Home » Business » Strategic Areas » Creative Economy » Urban Manufacturing

Urban Manufacturing

Stimulating Innovation Through Collaborative Maker Spaces

Espaços colaborativos, tais como Fab Labs, maker spaces, bairros criativos, centros de investigação e centros de incubação e centros de coworking têm ultimamente surgido em grande número nas cidades e regiões europeias. Estes espaços, individualmente, não têm, muitas vezes a capacidade nem o acesso ao ecossistema que lhes permita uma colaboração entre eles. 

O projecto Urban Manufacturing, projecto europeu, aprovado pelo programa Interreg Europe e financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, foi assim concebido para estimular o desenvolvimento de um determinado tipo de infraestrutura de inovação: os espaços de fabricação colaborativa em áreas urbanas. Tem como base a troca de experiências entre cidades e regiões, com o objectivo de promover  ecossistemas colaborativos, com foco na inovação e crescimento das PME.

A Câmara Municipal de Lisboa é uma das cidades/regiões parceiras neste projecto que é liderado pela Birmingham City University, Fazem ainda parte deste consórcio os Municípios de Birmingham, Zagreb, Bratislava e Vilnius, a Agência de Desenvolvimento Económico de San Sebastian, o Centro de Apoio Empresarial de Kranj e a Região de Lazio. 

Os Objectivos concretos do projecto são:

- Incentivar políticas que promovam a ligação de espaços de fabricação em áreas urbanas, fomentando a dinâmica entre espaços de inovação, espaços maker e centros de coworking;

- Explorar a ideia de como os espaços colaborativos podem trabalhar dentro das redes e politicas já existentes, mas com novas aproximações e colaborações em produtos e serviços inovadores.

 - Partilhar metodologias de aplicação das abordagens STEAM através da partilha entre a Arte, a Ciência, a Tecnologia, a Engenharia e a Matemática em espaços colaborativos, a fim de catalisar o desenvolvimento de novas ideias, produtos e serviços através da integração da criatividade nos processos de inovação.

O projeto pretende ainda apoiar o crescimento das PME em sectores prioritários comuns à parceria para garantir o máximo impacto sobre a estratégia a implementar e incentivar políticas de inovação cruzada (cross-innovation) explorando novas formas colaborativas de "smart innovation".