Comunicação de risco no último debate de “Quando Lisboa Treme”

February 11, 2016

Perto de três dezenas de pessoas deram corpo ao último debate temático em torno da exposição Quando Lisboa Treme  – de 1755 à Cidade Resiliente, em 11 de fevereiro. Comunicação de risco foi o mote para uma animada conversa que contou com Carlos Sousa Oliveira, professor no Instituto Superior Técnico.

Os riscos naturais são mais comuns do que se possa pensar e ameaçam, de várias formas, o quotidiano de cada um de nós. Os sismos são pouco frequentes no Continente mas quando ocorrem podem tomar proporções avassaladoras, por isso no debate foram abordadas várias formas de atuar em situação de risco sísmico. 

Fundamental para que os problemas sejam enfrentados com eficácia nessas situações, Comunicação do Risco envolve diversos atores do mundo da sismologia, engenharia sísmica, ciências sociais, entre outros.