Basílica da Estrela, compreendendo os túmulos de D. Maria I e do seu confessor

Fechar
Basílica da Estrela, compreendendo os túmulos de D. Maria I e do seu confessor
Basílica da Estrela, compreendendo os túmulos de D. Maria I e do seu confessor
Basílica da Estrela, compreendendo os túmulos de D. Maria I e do seu confessor


Classificada como Monumento Nacional é, também conhecida por Basílica do Sagrado Coração de Jesus. Mandada erguer por D. Maria I, como cumprimento de um voto que fizera pelo nascimento de D. José, a obra foi iniciada em 1779 e concluída em 1789. Com projecto da autoria dos arq. Mateus Vicente e Reinaldo dos Santos foi concebida numa linguagem tardo-barroca, numa época em que vigorava o estilo neoclássico, sendo a estatuária atribuída à oficina de Machado de Castro. No exterior destaca-se a fachada imponente composta por um corpo central, de 2 pisos, ladeado por 2 torres sineiras, e o zimbório que permite desfrutar uma magnífica vista sobre Lisboa. O interior, em mármore, apresenta nave única dividida em 3 tramos rematados por capelas laterais e capela-mor, onde se encontra o túmulo da fundadora.

 

Localização

Praça da Estrela, 12
Lisboa

Freguesia: Estrela

Coordenadas: 
Data de actualização:
2019