Ermida de Nossa Senhora da Oliveira

Fechar
Ermida de Nossa Senhora da Oliveira

Também designada de Sta. Maria da Oliveira, foi fundada no início do séc. XIV, por Pedro Esteves e Clara Fea Geraldes, no reinado de D. Fernado, do lado sul da Igreja de S. Julião. Em 1446 foi adquirida pela Irmandade dos Confeiteiros e constituída como sede e orago da mesma. Completamente destruída pelo terramoto de 1755, veio a ser reedificada perto do seu local primitivo, embora subordinada ao esquema da urbanização de Manuel da Maia, inserida no piso térreo de um edifício de habitação pombalino. Com traça semelhante aos restantes prédios da rua, apresenta fachada rasgada por 3 portas simples, emolduradas em lioz branco sem ornamentos, sendo que a mais elevada surge rematada por frontão simples ligado ao lintel. No interior encontramos paredes revestidas por painéis de azulejos azuis e brancos, com decoração rococó e figuração alusiva ao nascimento de Jesus e a passos da Vida de Maria, e imagens originárias da extinta Igreja de S. Julião e da ermida primitiva (Santo António, S. Marçal e Sra. da Oliveira). Esta Igreja integra a Lisboa Pombalina, que está classificada como Conjunto de Interesse Público.

 

Localização

Rua de São Julião, 136-140
Lisboa

Freguesia: Santa Maria Maior

Coordenadas: 
Data de actualização:
2017