Igreja de Nª Sra. da Luz (Capela-Mor e Sepultura da Infanta D. Maria, Filha do Rei D. Manuel I)

Fechar
Igreja de Nª Sra. da Luz (Capela-Mor e Sepultura da Infanta D. Maria, Filha do Rei D. Manuel I)
Igreja de Nª Sra. da Luz (Capela-Mor e Sepultura da Infanta D. Maria, Filha do Rei D. Manuel I)
Igreja de Nª Sra. da Luz (Capela-Mor e Sepultura da Infanta D. Maria, Filha do Rei D. Manuel I)


Mandada edificar em 1575 pela Infanta D. Maria, filha de D. Manuel I, foi projectada por Jerónimo de Ruão, com provável intervenção de seu pai, João de Ruão e de Francisco de Holanda, traduzindo um templo maneirista, estilo chão, com uma fachada monumental de dois pisos, que sofreu grande ruína com o terramoto de 1755. Subsistiu apenas a capela-mor, o arco do cruzeiro e parte das paredes. A actual fachada foi construída em 1870, sob projecto do arquitecto Valentim Correia. No interior merecem destaque: a capela-mor com abóbada de berço, decorada com caixotões marmóreos ornados com motivos de quadrelas inspiradas nos modelos de Sebastiano Serlio; a sepultura simples que acolhe os restos mortais da Infanta D. Maria, filha de D. Manuel I; o retábulo maneirista de talha dourada com excelentes pinturas de Francisco Venegas e Diogo Teixeira; o conjunto de mármores embutidos que revestem a banqueta; pelo seu valor estético e iconográfico, os retábulos pintados sobre suporte de madeira representando a Circuncisão e a Fuga para o Egipto, e S. Bento dando a Regra aos frades de Cristo e às freiras da Encarnação; os baixos relevos renascentistas do altar-mor, representando figuras alegóricas; entre outros. Encontram-se ainda, no corpo sul da igreja, vestígios de uma antiga capela, construída pela população em 1463/64, nomeadamente um arco manuelino e azulejos hispano-árabes. A classificação como Monumento Nacional diz respeito à Capela-Mor e à Sepultura da Infanta D. Maria, Filha do rei D. Manuel I.

Localização

Largo da Luz, IGREJA; Rua da Fonte, 2-4
Lisboa

Freguesia: Carnide

Coordenadas: 
Data de actualização:
2018