Paço da Bemposta (Academia Militar)

Fechar
Paço da Bemposta (Academia Militar)

Da autoria de João Antunes, a construção do Paço da Bemposta destinado a residência de D. Catarina de Bragança, mulher de Carlos II de Inglaterra e filha de D. João IV, remontam ao final do séc. XVII. Profundamente afetado pelo Terramoto de 1755, a capela foi destruída quase por completo. A sua reconstrução ficou a cargo do arq. Manuel Caetano de Sousa, tendo a capela sido edificada de raiz, mas conservando o enquadramento primitivo. O alçado principal desdobra-se em três corpos articulados, onde o corpo central corresponde à capela, dedicada a Nossa Senhora da Conceição. Uma escadaria antecede a galilé de acesso à capela, preenchida por estátuas de mármore da Escola de Mafra. No exterior, a fachada imponente destaca-se pelo coroamento de platibanda e balaústres, pelo remate com frontão triangular, decorado no tímpano, encimado por cruz sobre plinto, e pela varanda central, de balaustrada contracurvada, para a qual se abrem três janelões, sendo o central rematado por frontão tripartido ostentando as armas reais. No interior a capela organiza-se dentro de um retângulo de ângulos arredondados, a nave, com seis capelas laterais, constituindo a do Santíssimo Sacramento, pela sua profundidade, uma unidade espacial autónoma, à qual se justapõe a capela-mor. O programa decorativo é inspirado na obra-prima do barroco joanino, a Capela de S. João Baptista, da Igreja de S. Roque, mas atribuindo-lhe já um certo gosto rococó tardio, que se abre a manifestações neoclássicas. Merecem, ainda, destaque as pinturas em trompe l'oeil de Pedro Alexandrino de Carvalho e a tela do altar-mor, figurando a padroeira, atribuída ao pintor italiano José Troni, sob a qual foi colocado um friso de retratos de elementos da família real. Desde meados do séc. XIX o palácio acolhe a Escola do Exército, atual Academia Militar, e a capela voltou a abrir ao culto. A Capela está classificada como Monumento Nacional. O Paço Real da Bemposta integra a classificação do Campo dos Mártires da Pátria como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Paço da Rainha, 33-41
Lisboa

Freguesia: Arroios

Coordenadas: 
Data de actualização:
2019