Padrão-Memória do Chão Salgado

Fechar
Padrão-Memória do Chão Salgado
  Municipal

Padrão mandado erigir pelo Marquês de Pombal, no séc. XVIII (1759), em memória da condenação do duque de Aveiro e do marquês de Távora e sua família por alegada implicação no atentado contra D. José. O monumento é composto por uma coluna, envolta em 5 anéis, um por cada cabeça derrubada, assente sobre uma base quadrangular e degrau. No local onde o padrão foi erguido, estava edificado o Palácio do Duque de Aveiro que, após o sucedido, foi confiscado, arrasado e, em gesto simbólico, salgado o seu chão para que nada ali voltasse a nascer. O próprio monumento apresenta uma inscrição que relata esse episódio.

Escultor - Autor desconhecido. Data - 1759. Material - Pedra. Estilo - Abstracto.

 

Localização

Beco do Chão Salgado, junto ao nº 1
Lisboa

Freguesia: Belém

Coordenadas: 
Data de actualização:
2019