Painel de azulejos do Oceanário (Antigo Pavilhão dos Oceanos)

Fechar
Painel de azulejos do Oceanário (Antigo Pavilhão dos Oceanos)
Painel de azulejos do Oceanário (Antigo Pavilhão dos Oceanos)
Painel de azulejos do Oceanário (Antigo Pavilhão dos Oceanos)
Painel de azulejos do Oceanário (Antigo Pavilhão dos Oceanos)


Painel de azulejos, de grande dimensão, representando a vida aquática (algas, cavalos marinhos, tubarões, tartarugas, peixes, entre outros), reveste as paredes que acompanham as duas longas rampas de acesso ao Oceanário de Lisboa, no Parque das Nações. Datado de 1998, este revestimento é da autoria do designer Ivan Chermayeff, irmão do arquitecto que projectou o edifício onde se encontra instalado, sendo constituído por 54000 azulejos, produzidos na Fábrica de Cerâmica Constância, distribuídos por doze módulos de padrão geométrico, que apresentam várias gradações de claro e escuro, entre o azul e o branco. Para a sua composição e organização o autor recorreu a novas tecnologias, tal como o tratamento computorizado de "pixéis" de imagens, aliadas a técnicas tradicionais como a estampilhagem. As formas marinhas presentes na composição têm uma maior definição e uma leitura mais perceptível à medida que nos afastamos. Por sua vez, os elementos que as constituem, de distintas tonalidades e desenhos geometrizantes, são passíveis de entendimento apenas numa relação de proximidade com o revestimento.

Localização

Esplanada D. Carlos I ao Parque das Nações, 2.09.02 (rampas de acesso ao Oceanório e de ligação ao seu Edifício de Apoio)
Lisboa

Freguesia: Parque das Nações

Coordenadas: 
Data de actualização:
2019