Quiosque do Jardim das Amoreiras (Marcelino Mesquita)

Fechar
Quiosque do Jardim das Amoreiras (Marcelino Mesquita)
  Municipal

Este quiosque encontra-se num dos mais antigos e sossegados jardins de Lisboa, o formalmente denominado Jardim Marcelino Mesquita, em homenagem ao dramaturgo, poeta e escritor (1856-1919). Enquadrado pelos arcos finais do Aqueduto das Água Livres, no seu subsolo encontra-se a Mãe d'Água, reservatório onde desaguava a água transportada pelo Aqueduto, funcionando atualmente neste espaço o Museu da Água.

 

O jardim foi idealizado e inaugurado pelo Marquês de Pombal em 1759, com a intenção de promover a indústria da seda pois era lá que se localizava a Fábrica das Sedas. Foram assim ali plantadas algumas centenas de amoreiras que foram sendo substituídas por outras árvores a partir de 1863.

 

O espaço onde funcionava a antiga fábrica das sedas foi reconvertido, estando atualmente lá situado o Museu Arpad Szènes-Vieira da Silva, que apresenta a obra destes dois artistas.

 

Neste quiosque, de ambiente tranquilo e familiar, pode-se saborear na esplanada uma sopa, tostas, bruschettas, sanduiches, salgados, doces e de todo o tipo de bebidas, do refresco de Capilé às caipirinhas, vinho a copo, ginjinha, etc.

 

Fica próximo do parque infantil.

 


Horário

. Outubro a março das 11h00 às 21h00

. Abril a setembro das 11h00 às 22h00

. Aos sábados, domingos e feriados abre às 10h00


Transportes

Autocarros: 713; 774

Localização

Praça das Amoreiras
Lisboa

Freguesia: Santo António

Coordenadas: 
Data de actualização:
2019