Recuperação e Valorização do Teatro Romano

Fechar
Recuperação e Valorização do Teatro Romano
Recuperação e Valorização do Teatro Romano
Recuperação e Valorização do Teatro Romano
Recuperação e Valorização do Teatro Romano
Recuperação e Valorização do Teatro Romano
Recuperação e Valorização do Teatro Romano


A obra de recuperação e valorização do Teatro Romano, na Rua de São Mamede, 3-3B, e no Pátio do Aljube (Rua Augusto Rosa, 42), 5-5A, promovida pela Câmara Municipal de Lisboa e realizada segundo projeto dos arquitetos Daniela Hermano e João Carrasco, foi distinguida com uma das duas Menções Honrosas do Prémio Valmor e Municipal de Arquitetura de 2014. O Teatro Romano sendo um Museu "in situ", inserido num tecido urbano de matriz pós-pombalina e implantado na encosta da Colina do Castelo, é constituído por um contínuo de vestígios que oferece percursos museológicos em campo arqueológico, sem condicionar a malha urbana existente. Os arquitetos procuraram com a obra de recuperação e valorização do monumento unificar o conjunto edificado, composto por um edifício pós-pombalino, que acolhe a receção com acesso ao terraço e à antiga Casa de Fresco, local com vista privilegiada sobre o campo arqueológico, a Norte, e o rio Tejo, a Sul. Por sua vez, num nível inferior, encontramos um espaço com características de arquitetura industrial, que corresponde a um piso em mezanino, acrescentado nos inícios do séc. XX, sobreposto ao piso inferior, que acolhe a maioria dos achados arqueológicos numa nave central expositiva.

Localização

Rua de São Mamede, 3-3B; Pátio do Aljube (Rua Augusto Rosa, 42), 5-5A
Lisboa

Freguesia: Santa Maria Maior

Coordenadas: 
Data de actualização:
2019