Vila Berta

Fechar
Vila Berta
Vila Berta
Vila Berta
Vila Berta
Vila Berta
Vila Berta


Vila destinada a habitação operária, construída na primeira década do século XX, entre 1902 e 1908, traduz um dos mais completos e interessantes exemplares do seu género e época, que subsiste em Lisboa, encontrando-se classificada como Imóvel de Interesse Público. Projetada pelo arquiteto e industrial Joaquim Francisco Tojal, foi batizada com o nome de sua filha: Berta. Organizada em duas bandas de edifícios voltados para uma rua interior, desenvolve-se em duas tipologias distintas: de um dos lados encontramos habitações, de maiores dimensões, com três pisos, separadas por zonas ajardinadas, que ao nível do segundo piso exibem varandas de planta quadrangular com balaustrada em ferro forjado, assentes em finos pilares, as quais se estendem até ao alinhamento da rua; do outro lado temos habitações estruturadas em dois pisos, apenas, e as varandas existentes ao nível do segundo piso são de menores dimensões, assim como em ferro forjado. Traduzindo uma arquitetura eclética, este núcleo habitacional operário alia apontamentos Arte Nova, como por exemplo o friso de azulejos onde pode ler-se o nome da Vila - "Villa Bertha" -, com o uso do ferro forjado de linhas ondulantes no gradeamento das varandas.

Localização

Rua do Sol à Graça, 55-59; Vila Berta, 2-16; Vila Berta, 3-13; Beco do Forno do Sol, Janelas
Lisboa

Freguesia: São Vicente

Coordenadas: 
Data de actualização:
2018