Júlio de Castilho e o Acaso da Olisipografia | Exposição temporária

15 de novembro de 2018
 a 19 de maio

Em 2019, passam 100 anos sobre o falecimento de Júlio de Castilho (1840-1919). Considerado o fundador dos estudos sobre Lisboa foi autor de importantes obras sobre a história da cidade, como Lisboa Antiga (1879 e 1884-1890) e A Ribeira de Lisboa (1893).

O Museu de Lisboa – Palácio Pimenta dedica uma das suas salas a esta figura ímpar da nossa herança comum. Para além de espólio do acervo do Museu de Lisboa.

Estão previstas visitas guiadas e conversas associadas à exposição.

Inauguração | 15 novembro | 18h30

terça a domingo | 10h-18h (última entrada 17h30)


Folheto da exposição Opens external link in new windowaqui