"O encanto na hora da descoberta. A azulejaria de Coimbra do século XVIII"

06 de maio
 a 31 de julho

A exposição é fruto de um trabalho de cerca de seis anos de esforço na inventariação de milhares de azulejos que se encontravam no fundo antigo do Museu Nacional do Azulejo, e pretende valorizar a produção setecentista das olarias de Coimbra.

Porque a manufactura de azulejos estava sempre associada à de outros objetos de cerâmica, surgem também expostas algumas peças das olarias.

 

+info