Jardins botânicos em debate na Universidade de Lisboa

08, May 2018
Reitoria, de 7 a 11 de maio

José Sá Fernandes, responsável pelo pelouro da Estrutura Verde da autarquia, esteve presente em 7 de maio, na abertura do VIII Congresso Europeu de Jardins Botânicos, Povos e Plantas para um Futuro Sustentável (EUROGARD VIII – Eight European Botanic Gardens Congress: “Botanic Gardens, People and Plants for a Sustainable World), que decorre na Universidade de Lisboa, até 11 de maio.

O vereador apresentou, já no dia 8 de maio, o Plano de Lisboa para a Biodiversidade, uma ferramenta para aumentar a estrutura verde da cidade, “mais 200 hectares até 2020”, frisou o autarca, convidando os congressistas a voltar nesse ano, oportunidade para “ ver uma nova cidade”. Finda a apresentação decorreu um participado período de perguntas e respostas.

O Congresso EUROGARD VIII, no ano em que se celebram os 250 anos do Jardim Botânico da Ajuda, uma organização do Consórcio Europeu de Jardins Botânicos, Universidade de Lisboa, Instituto Superior de Agronomia e Câmara Municipal de Lisboa, contribui para o debate e divulgação da importância dos Jardins Botânicos para a investigação, divulgação e conservação de plantas e ecossistemas que, no contexto global atual, vai para além do seu papel tradicional assumindo uma importância crescente face aos desafios que resultam das alterações climáticas e crescente perda de biodiversidade.

Ao longo de cinco dias mais de duas centenas de botânicos, oriundos de países como como a Espanha, Lituânia, Inglaterra, Bélgica, letónia, Áustria, Finlândia, Noruega, Hungria, Itália, Polónia, Brasil, Áustria, Canadá ou China, entre muitos outros, discutem várias perspetivas da ação dos Jardins Botânicos, explorando o seu papel na ciência, alterações globais, preservação da biodiversidade, sustentabilidade, educação, turismo e lazer e património cultural.

Este congresso, distinguido como parceiro na Semana Verde Europeia 2018, que na edição deste ano elegeu o lema “Cidades mais verdes para um futuro mais Verde”, pretende dar visibilidade ao modo como as políticas europeias contribuem para que as cidades se transformem em melhores locais para viver e trabalhar.

Consulte o programa completo

Mais informação