Lisboa - cidade solar

18, May 2018
Com Lisboa mais uma vez entre as finalistas para Capital Verde Europeia 2020, o Museu da Eletricidade foi hoje o palco da Conferência “Lisboa Cidade Verde”.Uma iniciativa inserida na programação do Festival Solar que, até ao próximo domingo pretende celebrar o astro-rei.O presidente da Câmara Municipal de Lisboa esteve na abertura do evento que, diz, "está inserido numa vasta estratégia da politica de desenvolvimento de energias renováveis que a CML está a implementar".

Fernando Medina anunciou a aposta da autarquia num frota de autocarros eletricos manifestando a ambição da autarquia num sistema de produção de energia solar aproveitado, o mais-valia de Lisboa ser a capital europeia com mais horas de sol. O presidente da CML garante que será " apenas o primeiro passo de uma estratégia mais vasta".

Mostrar o trabalho que permitiu à capital candidatar-se e ser mais uma vez finalista do maior prémio europeu que distingue as políticas urbanas, guiadas por critérios de sustentabilidade e resiliência, bem como a apresentar alguns dos projetos e soluções que contribuem para o desenvolvimento de cidades mais sustentáveis foi o objetivo da conferência.

Sobre a nomeação de Lisboa para, pelo segundo ano consecutivo ser finalista a Capital Verde Europeia, Fernando Medina tem uma explicação "somos a cidade da Europa que está a andar mais depressa e a fazer mais".

Lisboa tem vindo a acompanhar as estratégias europeias de combate ao aquecimento global e às alterações climáticas, nomeadamente através da subscrição do Pacto dos Autarcas para o Clima e Energia da Comissão Europeia, que põe em evidência o papel fundamental das cidades na criação de meios de resposta ao nível da adaptação e mitigação.

O Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, elogiou a política da autarquia pelo trabalho que tem desenvolvido em termos de mobilidade sustentável avançado que o governo se prepara para lançar um conjunto de linhas de crédito para "apoio" ao investimento em energias renováveis e, em particular, a solar".

O Festival Solar

Celebrar a natureza e homenagear o astro-rei deram o mote para a realização do Festival Solar.

Um festival para todas as idades onde, entre as 10h00 e as 19h00,  pode assistir a concertos participar em atividades ao ar livre.

Uma das atrações será o relógio solar, onde sem o auxílio de qualquer dispositivo vai poder saber a hora do dia apenas pela posição da sombra.

Vai ser ainda possível visitar a exposição fotográfica Fotossíntese e a casa auto-sustentável, provar refeições confecionadas em fornos solares; e na Oficina da Universidade de Lisboa será ainda construir o seu próprio robot pintor.

Durante o fim-se-semana poderá também experimentar um carro solar ou conhecer novas soluções tecnológicas.

Para mais pequenos há um espaço dedicado à leitura, onde podem ouvir histórias sobre o sol.

O pôr-do- sol será celebrado nas escadarias do MAAT com a música dos artistas convidados: Cachupa Psicadélica; JP Simões e Bruno Pernadas.

Numa iniciativa promovida pela Câmara Municipal, em parceria com a empresa Lisboa E-Nova, a intenção é divulgar o conceito de sociedade solar, e promover práticas sustentáveis.