Aviso à população: Medidas preventivas para reduzir risco de incêndio

03, Agosto 2018
A situação de alerta que se vive em Portugal, em face do aumento das temperaturas e agravamento do risco de incêndio, levou a Câmara a tomar um conjunto de medidas preventivas especiais. O Parque do Monsanto terá fortes restrições na circulação e acesso.

A Câmara Municipal de Lisboa - dando cumprimento ao Despacho n.º 7358-A/2018, do Ministro da Administração Interna, que declarou “a situação de alerta” para o território de Portugal Continental, até 6 de agosto, em virtude do aumento das temperaturas e consequente agravamento do risco de incêndio - , tomou um conjunto de medidas preventivas especiais:

Reduzir ao mínimo a circulação e acesso ao Parque Florestal de Monsanto;

Encerramento do Parque Recreativo do Alvito, do Parque Recreativo do Alto da Serafina e do Miradouro Panorâmico de Monsanto;

Cancelar a realização de eventos no interior dos espaços em regime florestal, nomeadamente, o evento que estava previsto realizar-se na Tapada da Ajuda, no domingo 5 de agosto;

Dado o risco máximo de incêndio, e de forma a evitar a concentração de pessoas no interior de espaços em regime florestal como é o Parque Florestal de Monsanto, a CML desaconselha a utilização dos vários equipamentos coletivos particulares ali localizados, assim como a realização de piqueniques e atividades lúdicas.