Desporto, Mobilidade, Município

Lisboa é a “capital da bicicleta” em 2021

13, Dezembro 2018
Cidade foi escolhida para organizar a conferência Velo-city

Lisboa foi a cidade escolhida para organizar a Velo-city 2021. Promovida pela Federação Europeia de Ciclistas (ECF), a conferência é considerada como a referência em termos de planeamento e promoção do uso de bicicleta, como modo de transporte diário, mas também em atividades de lazer, passando pelas vertentes económica e de saúde.

A capital foi finalista com Ljubljana e Valência e destacou-se pelo forte compromisso político local e nacional, mas também pelo envolvimento na candidatura da indústria da bicicleta nacional (Portugal é o terceiro maior produtor europeu) e da Academia. 

Este é também um reconhecimento internacional do trabalho da Câmara de Lisboa na promoção dos modos ativos e do transporte coletivo e um incentivo a prosseguir a estratégia definida neste âmbito até 2021.

As conferências Velo-city tiveram início em 1980 em Bremen, Alemanha, e têm decorrido em cidades como Copenhaga, Bruxelas, Barcelona ou Montreal. Atraem em cada ano mais de 1 500 delegados, sobretudo urbanistas, engenheiros e arquitetos, mas também académicos e estudantes e ativistas pela mobilidade sustentável de mais de 60 países.

Há atualmente mais de 90 quilómetros de rede ciclável em Lisboa e a autarquia prevê chegar aos 200 quilómetros de rede até 2021. A rede de bicicletas partilhadas Gira atingiu em menos de um ano a marca de um milhão de viagens, está em preparação a expansão do sistema a novas áreas da cidade.

Em 2019 a Velo-city realiza-se em Dublin, em 2020 na Cidade do México. 

Array
Mais notícias sobre:
Desporto, Mobilidade, Município