Cultura e Lazer, Habitar, Município

200 anos da habitação retratados em livro

08, Novembro 2018
São dois séculos de Habitação em Lisboa agora resumidos em livro, que deu azo a um debate e reflexão sobre as políticas sociais ao longo destes anos e na cidade atual.

Num momento em que a habitação voltou a estar na ordem do dia, foi lançado, no dia 8 de novembro, na Sala do Arquivo, o livro "Políticas de Habitação 200 anos" da autoria do Geógrafo Gonçalo Antunes.

A apresentação do livro, editado pela Caleidoscópio, que contou com o apoio da autarquia, da GEBALIS, da Junta de Freguesia de Marvila, do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais- CICS.NOVA, entre outras entidades, esteve a cargo da presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, e Luís Vicente Batista. O momento foi marcado com um animado debate e reflexão sobre a temática da Habitação.

Trata-se da primeira obra que analisa a evolução das políticas de habitação (habitação social, arrendamento e reabilitação) promulgadas ou teorizadas em Portugal nos últimos duzentos anos, passando pela Monarquia Constitucional, Primeira República, Ditadura Militar, Estado Novo e o Portugal Democrático.

Sinopse do livro

As políticas sociais de habitação promulgadas nos últimos dois séculos foram fundamentais para moldar as cidades portuguesas, sendo possível encontrar bairros promovidos direta ou indiretamente pela administração pública em todo o território nacional, desde os espaços urbanos aos rurais e do litoral ao interior profundo.

O presente trabalho procura analisar as políticas de habitação implementadas em Portugal entre 1820 e 2020, no seu tríplice de habitação social, arrendamento e reabilitação. O estudo das políticas de habitação assenta na sua desconstrução legislativa, de um ponto de vista holístico, histórico e cronológico, que pretende destacar os modelos e as tendências que se seguiram na variedade de orientações ideológicas que estiveram no poder ao longo dos dois séculos analisados. 

O debate sobre as repercussões no território, nas dimensões arquitetónica, morfológica, social e geográfica, foca-se na experiência consumada na paisagem urbana de Lisboa.

Sobre o autor

Gonçalo Antunes nasceu em Lisboa a 21 de Agosto de 1985. É doutorado em Geografia e Planeamento Territorial pela NOVA FCSH. Atua cientificamente nas Ciências Sociais com ênfase nas Políticas de Habitação, Geografia Urbana e Sistemas de Informação Geográfica. Atualmente, é membro do CICS.NOVA e leciona como professor convidado na NOVA FCSH e na Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich - ESEIMU.

Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer, Habitar, Município