Belem, Mobilidade

5.º Congresso Ibérico de Estacionamento e Mobilidade

18, Setembro 2014
  • 5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
    5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
  • 5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
    5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
  • 5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
    5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
  • 5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
    5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
  • 5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade
    5.º Congresso Ibérico Estacionamento e Mobilidade

Ao terceiro dia da Semana Europeia da Mobilidade, o estacionamento esteve em destaque. Coube ao vereador Carlos Manuel Castro, como representante da cidade anfitriã, dar as boas vindas aos participantes do 5º congresso Ibérico de Estacionamento e Mobilidade.

No auditório da Fundação Champalimaud, e com uma vista de tirar o fôlego, Carlos Manuel Castro lembrou o papel fundamental do estacionamento na mobilidade sustentável e na melhoria da qualidade de vida nas cidades. O vereador saudou ainda o facto de, pela primeira vez, o Congresso se estender a outras cidades da CPLP - Comunidade de Países de Língua Portuguesa, nomeadamente Luanda, Maputo e a Cidade da Praia, deixando o convite para que todos “desfrutem da nossa magnifica Lisboa”.

Numa cidade com 200 mil carros de residentes e com uma entrada diária de 380 mil viaturas, o estacionamento é “um instrumento poderoso, ágil e sustentável”, referiu Tiago Farias, Diretor Municipal de Mobilidade e Transportes da Câmara Municipal de Lisboa e moderador do painel “ A cidade dos carros”.

Para Tiago Farias “não há cidade que não viva sem carros. Temos é que os saber gerir da melhor forma e é aí que entra o estacionamento”.

O congresso decorre até ao dia 19 de setembro e reúne especialistas na área do estacionamento e mobilidade.

Mais notícias sobre:
Belem, Mobilidade