Município

A festa da Marinha da maior estrada de Lisboa

17, Junho 2017
O Cais das Colunas voltou a acolher as celebrações do Dia da Marinha do Tejo, em clima de festa e esperança no futuro. Duarte Cordeiro, vice-presidente da Câmara de Lisboa, representou a autarquia no evento, que contou com o Presidente da República. “O Tejo é o centro para a visão de cidade” da Câmara Municipal de Lisboa, afirmou o autarca.

“Celebrar a Marinha do Tejo é olhar o rio no seu passado, o seu presente e o seu futuro, é olhá-lo com orgulho e responsabilidade, em todas as suas atualidades e potencialidades. Palavras de Duarte Cordeiro, vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, no evento que em 17 de maio assinalou o Dia da Marinha do Tejo no Cais das Colunas, uma cerimónia que integra as Festas de Lisboa e é promovida pela Associação dos Proprietários e Arrais das Embarcações Típicas do Tejo.

Nas celebrações, que contaram com o Presidente da República, participaram o Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada, o secretário de Estado da Defesa Nacional, presidentes dos municípios ribeirinhos, proprietários e arrais das embarcações que, nesse dia, foram inscritas no livro de registos para 2017/2018. Entre elas a canoa Esperança, propriedade da Câmara Municipal de Lisboa. 

Ancoradas no Tejo estiveram várias embarcações típicas, como fragatas, varinos, faluas, canoas e catraios, incluindo o navio de patrulha oceânica Figueira da Foz, da Armada Portuguesa, de onde foi disparada, no final da cerimónia, uma salva de 21 tiros, enquanto em terra a banda da Armada tocava o Hino Nacional.  

Tradição, história e futuro

É preciso considerar o Tejo nas suas diversas vertentes, disse Duarte Cordeiro, simbólica, cultural, económica, social, patrimonial, ambiental, cientifica, tecnológica, turística e desportiva. “Se há símbolo do que somos e criámos, o Tejo é um dos mais altos, dos mais perenes e dos mais inspiradores”, sublinha, para afirmar ainda que “é verdadeiramente o futuro da memória e a memória do futuro”. 

A garantia da “aliança virtuosa entre tradição e inovação, desenvolvimento e sustentabilidade, trabalho e lazer e identidade e universalismo” é garantida a pensar no futuro, continua Duarte Cordeiro, que saúda a embarcações, as populações ribeirinhas e as comunidades marítimas e artífices que habitam as margens do Tejo. 

Também a pensar no futuro o vice-presidente da autarquia salienta o esforço que tem sido feito na reabilitação da zona ribeirinha de Lisboa, do Cais do Sodré à Ribeiras das Naus. O Tejo é, para a autarquia, central na visão de cidade, “ao mesmo tempo princípio estruturante e objetivo estratégico”, diz. 

O futuro foi também a tónica da intervenção de Marcelo Rebelo de Sousa, que saudou a presença de muitos jovens e mulheres, realidade que para o Presidente da República demonstra a vitalidade da Marinha do Tejo. "Compreender o Tejo é compreender Lisboa mas também todo o seu percurso", diz ainda, para salientar a importância do rio em todo o seu percurso e "a realidade que envolve". 

Pela voz do professor Carvalho Rodrigues, cientista ligado ao lançamento do primeiro satélite português, foi contada uma breve história da Marinha do Tejo, a que tem uma longa ligação. No chão estavam duas velas, que Carvalho Rodrigues revela terem sido "cantadas pela primeira vez no ano 89 a.C. por Caturra, que dizia: 'Lá vêm as velas cor de ferrugem da lusitana'. As nossas velas eram um pano tinto com almagre, estas foram no século XXI e aqui está a simbologia que nos levou a aprender a defesa da integridade do território."

Já no ano de 884 "não era Portugal mas estas embarcações fizeram frente à investida dos Vikings em Santarém", continua o professor, para situar no ano de 1248 a elaboração, pela primeira vez, da tabela do transporte de fretes de Lisboa para Almada, pela Câmara de Lisboa.  

A história da Marinha do Tejo é riquíssima, e o Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada, António Ribeiro, convoca o seu "importante papel na defesa do país", como aconteceu na Crise de 1385/85 e durante as invasões francesas. 

Array
Mais notícias sobre:
Município