Pagina principal

“A Linha”: um projeto a ligar Alfama

Março 11, 2013
  • A Linha
    A Linha
Array

As ruas de Alfama transformaram-se no dia 9 de março, numa espécie de palco itinerante, onde a espaços se pôde assistir a concertos, a performances cénicas e até plantar flores ou partilhar o almoço. Tudo isto faz parte d’[A Linha], um conjunto de percursos que dinamizam formas de chegar do Rio Tejo ao Campo de Sta. Clara, com a participação ativa dos habitantes locais.

[a linha] foi um dos projetos vencedores do programa BIP/ZIP 2012  – Parcerias Locais, da Câmara Municipal de Lisboa e tem como entidades promotoras a Beyond Walls – Associação de Arquitetura e Arte Social de Intervenção \ atelier urban nomads.

[a linha] é um conjunto de percursos que dinamizam formas de chegar do Rio Tejo ao Campo de Sta. Clara. Ao longo desses percursos irão povoar Alfama com micro intervenções urbanísticas que irão criar uma linha visual conduzindo o visitante e residentes locais a descobrir o bairro de forma ativa, intervindo e usufruindo dos espaços existentes.

[a linha] consiste numa rede de 4 percursos/linhas (linha verde; linha vermelha; linha azul & linha amarela) com paragens (metodologia urbanística de dinamização territorial) e numa programação variada pegando em características específicas do bairro, sobrepondo-as com novos mecanismos de dinamização e reabilitação do espaço público, que levará à coesão social que tem estado em declínio.

Entre pequenos recantos de jardins/hortas, jogos de rua para crianças, extensão do comércio para as ruas (criando uma dinâmica nas ruas animando-as com comércio local), projeções de filmes em prédios (criando cinemas ao ar livre temporários) entre outros espaços e atividades. A proposta tem o apoio das Juntas de Freguesia locais, das Escolas e da Associação de Tempos Livres de Alfama, reunindo um grupo coeso de participantes que são os embaixadores do projeto.

Todo o desenvolvimento d’[a linha] tem a participação direta da população local, assim como a construção e recolha de materiais num ‘Banco de Materiais’. É usada maioritariamente mão de obra local, organizando atividades de partilha de conhecimentos práticos.



Últimas notícias

Abr 23, 2014

Escultura Lisboa de José Guimarães Restaurada

Teve lugar, no passado dia 23, na praça 25 de Abril, uma cerimónia que assinalou o final da obra de... saber mais...

Abr 23, 2014

Terreiro do Paço - Concerto e fogo-de-artifício - 24 Abril

A partir das 22h30, arranca Mais Abril - 40 anos, o grande concerto das comemorações dos 40 anos do... saber mais...