Alcantara, Cultura e Lazer, Desporto

Academia de Santo Amaro Comemora 70 anos

12, Março 2016
A Academia de Santo Amaro, uma das mais antigas e prestigiadas coletividades do bairro de Alcântara completa 70 primaveras e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa foi ajudar a apagar as velas.
  • Academia de Santo Amaro Comemora 70 anos
    Academia de Santo Amaro Comemora 70 anos

Em Alcântara, a olhar para o Tejo e a marcar a história daquele velho bairro de Lisboa, a Academia de Santo Amaro completa 70 anos e o presidente da Câmara Municipal, Fernando Medina, não quis faltar aos parabéns. As sete décadas, recheadas de história, particularmente ligadas ao teatro de revista mas que lembram também uma prestigiada escola primária, foram assinaladas com emoção num almoço comemorativo em 12 de março, que contou com a presença entusiasmada do edil.

As datas de aniversário nas instituições são importantes sobretudo para celebrar e projetar o futuro”, afirmou Frenando Medina numa saudação dirigida aos muitos participantes no almoço comemorativo que juntou associados, amigos e vários rostos conhecidos do teatro, alguns que pisaram já o palco da conhecida coletividade. Também a celebrar estiveram os presidentes das juntas de freguesia de Alcântara e da Ajuda, David Amado e António Videira.
 
 
Vida, alma e carisma
 
Numa coletividade que dá o nome à rua onde está instalada há seis décadas, Fernando Medina salientou a “magnífica sala de espectáculos” de que dispõe e, acima de tudo, a “alma enorme”, a vida e o carisma. “Resultado de um amor muito grande de muitas pessoas pela Academia”, diz, para sublinhar que “é esta grande alma e grande coração que farão, seguramente, os seus próximos 70 anos”
 
O edil lembrou ainda o esforço e empenho dos presidentes de junta presentes em prol das suas freguesias, salientando o contributo para obras como as da Rua de Alcântara (já concluídas), da Rua 1.º de maio (em curso), do jardim de Santo Amaro (a começar em abril) ou do Largo do Calvário (com início previsto para junho). “O Calvário vai ficar uma praça lindíssima, com menos carros, o chafariz antigo recuperado e mais espaço para as pessoas circularem”, frisou.
 

Berço de grandes nomes do teatro
 
A ASA foi criada em 1946 e resulta da fusão de três coletividades, explica João Braga, presidente da direção da Academia, que salienta na sua vida “décadas de dedicação ao teatro e à formação de atores. Durante anos funcionou no piso superior uma escola primária e as crianças representavam as suas próprias peças. A escola já não existe mas a tradição permanece até hoje, diz, clarificando que “todos os anos é levada a cena uma peça infantil totalmente pensada pelos pequenos atores, com a ajuda da encenadora”.
 
A instituição foi berço de gerações de artistas e dali saíram grandes nomes de atores e do teatro de revista, como Carlos Areias, Miguel Dias, Mário Rainho, Paulo Vasco, Flávio Gil, Hélia Gonçalves e José Condessa, entre tantos outros. Sem esquecer Abel Dias e Fernanda Dias, além Rosário Baldi, duas vezes premiada pelo guarda-roupa em Marchas do Alto Pina e Alfama.

 

Array
Mais notícias sobre:
Alcantara, Cultura e Lazer, Desporto