Cultura e Lazer

Antigos Conventos reúnem especialistas em Lisboa

21, Outubro 2014
  • Antigos Conventos reúnem especialistas em Lisboa
    Antigos Conventos reúnem especialistas em Lisboa
  • Antigos Conventos reúnem especialistas em Lisboa
    Antigos Conventos reúnem especialistas em Lisboa
  • Antigos Conventos reúnem especialistas em Lisboa
    Antigos Conventos reúnem especialistas em Lisboa

Dois séculos após a extinção das ordens religiosas – em 30 de Maio de 1834 - os edifícios onde, até então, estas se instalaram, foram tema de um colóquio que teve lugar dias 20 e 21 de outubro, na Torre do Tombo, em Lisboa.

Os Conventos e Mosteiros então desafetados, cerca de 100 em Lisboa, precisam de uma "intervenção urgente por parte dos atuais proprietários", defendeu Raquel Henriques da Silva na sessão de encerramento do colóquio "Conventos Lisboa – Da cidade sacra à cidade laica".

O trabalho de levantamento fotográfico, realizado pela equipa da Historiadora, em alguns dos casos a ex-conventos que "desconhecia", vai agora ser disponibilizado numa exposição, que pretende "manifestar a indignação pela incúria patrimonial" que testemunhou, sobre o estado dos Conventos em Lisboa em 2014. No final, deixou um apelo aos estudantes de arquitetura para a apresentação de projetos que permitam a recuperação de um "património riquíssimo", que "perdurará certamente" por mais séculos, afirmou.

Organizado pelo pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Direcção-Geral do Livro e a Faculdade de Ciências e Tecnologia, com financiamento da Fundação para a Ciência e Tecnologia, o colóquio reuniu em Lisboa, durante dois dias, especialistas nacionais e estrangeiros que abordaram a temática da transformação urbana na Lisboa do século XIX, após a extinção das ordens religiosas.

Assembleia da República, Ministério dos Negócios Estrangeiros, Academia das Ciências, os Hospitais de São José e de Santo António dos Capuchos, o Museu Nacional de Arte Antiga e o Museu Nacional do Azulejo, o Panteão Real da Dinastia de Bragança e o Patriarcado de Lisboa, o Quartel do Carmo, a Casa-Museu Convento do Beato, estão hoje instalados em edifícios lisboetas de conventos extintos há cerca de 200 anos.

Uma "viagem através do tempo", que será disponibilizada na internet, graças ao projeto Lx Conventos que utilizou vídeos e modelos tridimensionais disponibilizados pela Câmara Municipal de Lisboa, e o Arquivo Nacional Torre do Tombo, parceiros do projeto, que integra uma equipa de investigadores da Câmara de Lisboa.

 

 

Array
Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer