Cultura e Lazer

Arte em S. Bento

05, Outubro 2017
  • Exposição Fundação Serralves no Palacete de S. Bento
    Exposição Fundação Serralves no Palacete de S. Bento

Desde o dia 5 de outubro que a residência oficial do Primeiro Ministro abre todos os domingos ao público para mostrar arte contemporânea portuguesa. No âmbito desta iniciativa, 25 obras de pintura, escultura, fotografia e desenho da coleção do Museu de Serralves, de artistas portugueses dos séculos XX e XXI, estarão patentes numa exposição que se instalou nas principais salas do Palacete de S. Bento - Residência Oficial do Primeiro Ministro (desde os jardins e as salas públicas até ao espaço mais intimista dos gabinetes de trabalho - incluindo a sala do Conselho de Ministros), com curadoria da diretora do Museu de Serralves, Suzanne Cotter.

Estão representadas obras dos artistas Alberto Carneiro, Helena Almeida, Augusto Alves da Silva,ângelo de Sousa, Julião Sarmento, Pedro Cabrita Reis, Sofia Areal, João Queiroz, Pedro Henriques, Paula Rego, René Bertholo, José Loureiro, Ana Manso, Jorge Queiroz, Joaquim Bravo, Luís Noronha da Costa, Ana Léon, Sónia Almeida, Pedro Casqueiro, Joaquim Rodrigo, Nikias Skapinakis, Pedro Calapez e Lourdes Castro.

No ato inaugural, que simbolicamente recaiu no aniversário do 5 de Outubro de 1910 - Implantação da República, e depois de uma visita guiada pela curadora da exposição, o Primeiro Ministro António Costa, na sua qualidade de anfitrião e promotor da iniciativa, afirmou pretender usar a abertura ao público desta exposição "para fortalecer a República, no seu ideal de aproximar o poder dos cidadãos, neste local de trabalho e de representação política, agora também de representação da criação portuguesa contemporânea".

Na ocasião, estiveram presentes os presidentes das Câmaras Municipais de Lisboa, Fernando Medina, do Porto (sede da Fundação Serralves), Rui Moreira, de Matosinhos (o momento foi também de entrega da Medalha de Mérito à Orquestra Jazz de Matosinhos, que brindou a assistência com um concerto), Eduardo Pinheiro, e de Elvas (daqui a um ano, anunciou o Primeiro Ministro, este espaço passará a acolher durante o ano seguinte a coleção de arte do elvense António Cachola), o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, e muitas outras personalidades, para além de muitas outras pessoas que quiseram marcar presença neste primeiro dia de exibição da coleção e conhecer o Palacete e seus jardins.

Esta exposição no Palacete de S. Bento, tal como os jardins anexos, estão abertos ao público, gratuitamente, aos domingos, das 10h00 às 17h00.

Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer