Mobilidade, Mobilidade [SEM]

Campeonato Mundial de Brompton volta a Lisboa

19, Setembro 2015
  • Campeonato Mundial de Brompton volta a Lisboa
    Campeonato Mundial de Brompton volta a Lisboa

No âmbito da Semana Europeia da Mobilidade, realizou-se no dia 19 de setembro, na Praça do Império em Belém, pelo quarto ano consecutivo, o Campeonato Mundial da Brompton que contou com o apoio da autarquia e da Brompton Portugal.

Brompton é uma bicicleta dobrável conhecida pelo “ Rolls Royce das bicicletas"" e há quem a refira também como o "canivete suíço das bicicletas”. Fabricada em Londres permite aos seus utilizadores decidir a escolha sobre um determinado percurso, quer utilizando totalmente a bicicleta, conjugando-a com transportes públicos, automóvel, avião (ocupa apenas o espaço de uma mala grande) ou  simplesmente para momentos de lazer.

E foi com grande animação, num intenso dia de sol com o cenário esplendoroso de Belém a espreitar o Tejo, que a competição, seguindo as linhas de participação do Campeonato Mundial, com um regulamento detalhado e um rigoroso código de indumentária que exclui qualquer tipo de roupa desportiva, que a prova decorreu.

Após um começo tipo “Le Mans” os participantes disputaram os diversos premios em 7 voltas de1,8 km, num total aproximado de 12,6 km, sem declives, num percurso definido nos jardins de Belém.

A corrida atraiu a atenção de muitas pessoas, muitos ciclistas de vários estilos, de utilizadores pontuais, ao mais efusivo corredor diário. Um evento que se pautou pelo entusiasmo e garra dos elegantes participantes tornando Lisboa uma cidade mais feliz e competitiva.

Presentes na iniciativa e na entrega de prímios estiveram várias individualidades, o vereador do Desporto, Jorge Máximo, o presidente da junta de freguesia de Belém, Ribeiro Rosa, o responsável da marca em Portugal, Samuel Araújo, a diretora municipal de Mobilidade, Fátima Madureira, tendo esta última afirmado que "esta prova pode atrair aderentes à modalidade e fazer com que as pessoas se possam deslocar para o trabalho de bicicleta, fazendo de Lisboa uma cidade mais sustentável e atraente".

Jorge Máximo salientou também a importância da iniciativa afirmando que " cada vez há mais adeptos da bicicleta, o que muito contribuiu  a construção das ciclovias. Lisboa tornou-se uma cidade mais aberta a todos. É prática de hoje ver-se os munícipes a deslocarem-se para o trabalho por este meio e até mesmo as famílias que ao fim de semana passeiam pela cidade de bicicleta. Sem dúvida alguma, Lisboa apaixonou-se pela bicicleta".

Saiba mais


Array
Mais notícias sobre:
Mobilidade, Mobilidade [SEM]