Areeiro, Município

Ciclo de debates - Pensar a Administração Pública

17, Janeiro 2015
  • Ciclo de debates - Pensar a Administração Pública
    Ciclo de debates - Pensar a Administração Pública
  • Ciclo de debates - Pensar a Administração Pública
    Ciclo de debates - Pensar a Administração Pública
  • Ciclo de debates - Pensar a Administração Pública
    Ciclo de debates - Pensar a Administração Pública

A Câmara Municipal de Lisboa participou, dia 15 de janeiro, no debate organizado pelo INA – Direção Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas, subordinado ao tema “Recursos Humanos: Modelos de Gestão orientados para a Excelência”.

Inserido no ciclo de debates “Pensar a Administração Pública”, que teve lugar no auditório dos Serviços Sociais da CML, foram apresentadas a experiência de gestão das pessoas de uma grande organização do setor privado, e a perspetiva do mundo editorial sobre algumas novas tendências na área de recursos humanos, como a filosofia e o humor.

Fátima Fonseca, diretora municipal de Recursos Humanos da CML, apresentou as novas práticas de gestão de recursos humanos nesta instituição que têm sido adotadas nos últimos anos, capacitando os trabalhadores para importantes desafios.

Acreditando que “é possível fazer boa gestão na administração pública, também na área da gestão das pessoas”, na sua apresentação “Inovar na gestão das pessoas num ambiente regulado - a experiência da CML”, Fátima Fonseca sublinhou os oito elementos em que assenta o projeto de mudança da CML, de uma gestão administrativa de recursos humanos, para um modelo de gestão que, com as pessoas, concretize os objetivos da governação da cidade.

Uma orientação estratégica clara foi o início do processo, expressa no lema “Melhor gestão das pessoas, melhor serviço à cidade”. Essa orientação, que tem sido implementada com uma liderança partilhada entre a direção municipal e todos os serviços municipais, aposta na comunicação corporativa para todos os públicos internos, capacitação para preparar as pessoas para novas realidades, a valorização dos percursos individuais dos trabalhadores, a participação das pessoas na vida dos serviços, a responsabilidade interna com apoio a quem precisa e o desenvolvimento de um ambiente de trabalho saudável.

Este projeto está já a criar, com os trabalhadores do município, uma equipa forte, criativa e envolvida na governação colaborativa da cidade.

Para saber mais, pode consultar aqui a apresentação.

Mais notícias sobre:
Areeiro, Município