Intervenção social

Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte

26, Novembro 2014
  • Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte
    Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte

Lisboa associa-se ao movimento mundial “Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte que no dia 30 de novembro irá “colorir” de roxo o Arco da Rua Augusta.

O vereador dos Direitos Sociais da autarquia, João Afonso, assinou dia 26 de novembro um protocolo de adesão à iniciativa da comunidade de Santo Egídio.

Para João Afonso o importante é “celebrar e vida” e lembrar que há muitos países civilizados onde a pena de morte ainda existe, “não sabemos qual o preço de uma vida mas não há valor para ela”. O vereador alerta que é urgente lembrar todos os lisboetas e todo o país que a pena de morte ainda é uma realidade, e que pode voltar a qualquer momento "se não tivermos atenção à nossa democracia e à nossa justiça".

O evento “Cidades pela Vida – Cidades Contra a Pena de Morte” celebra-se todos os anos no dia 30 de novembro, data da primeira abolição da pena capital no Grão-Ducado da Toscana em 1786, Portugal foi o segundo estado moderno do mundo a fazê-lo.

Neste dia, cerca de 2000 cidades do planeta iluminam um monumento ou um local simbólico, de forma a sensibilizar os cidadãos para a união do mundo em torno da abolição da pena de morte.