Município

Ciência na Escola abre novos horizontes

09, Janeiro 2019
A importância da aprendizagem da ciência na escola e a abertura de novos horizontes de conhecimento levou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, a estar presente na 15.ª edição “Ciência na Escola”, uma iniciativa da Fundação Ilídio Pinho, que decorreu no dia 9 de janeiro no Pavilhão Carlos Lopes, com a exposição dos 100 projetos selecionados.
  • Ciência na Escola abre novos horizontes
    Ciência na Escola abre novos horizontes

Aquela que é a mais emblemática das iniciativas da Fundação Ilídio Pinho “O Prémio Ciência na Escola” reuniu em Lisboa, uma exposição com cerca de 100 stands, com os melhores trabalhos de jovens, a nível nacional, e contou com a presença do primeiro-ministro, António Costa, do presidente da autarquia, Fernando Medina, do ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, Ilídio Pinho, da Fundação, do vereador da Educação da CML, Manuel Grilo, além de inúmeras individualidades.

Instituído em 2002/2003, numa parceria com o Ministério da Educação, o Prémio “Ciência na Escola”, através de um trabalho entusiástico de milhares de professores e alunos, teve já uma influência determinante na preparação dos jovens que terão de enfrentar os enormes desafios colocados às modernas sociedades do conhecimento que Portugal tem como referência para o seu desenvolvimento.

Para Ilídio Pinho, “o latoeiro” que se tornou um dos homens mais ricos do país, pretendeu com a sua Fundação, homenagear o filho, falecido aos 22 anos de idade, tendo como uma das suas maiores preocupações a insegurança e as dúvidas de muitos jovens quando chegam ao final do 12.º ano, e não sabem qual o rumo a dar às suas vidas, às suas carreiras. Esta foi a forma encontrada para despertar e estimular o interesse para a ciência, o mais cedo possível, nomeadamente em áreas que o país mais estava mais carenciado como a engenharia, saúde, economia e gestão, entre outras.

Array
Mais notícias sobre:
Município