Ambiente

Como reduzir os resíduos na Europa?

21, Junho 2018
FORCE é um projeto que procura reduzir o desperdício dos resíduos através da economia circular.
  • Workshop Economia Circular-Desperdício Alimentar e Biorresíduos na Cadeia de Valor
    Workshop Economia Circular-Desperdício Alimentar e Biorresíduos na Cadeia de Valor
  • Workshop Economia Circular-Desperdício Alimentar e Biorresíduos na Cadeia de Valor
    Workshop Economia Circular-Desperdício Alimentar e Biorresíduos na Cadeia de Valor
  • Workshop Economia Circular-Desperdício Alimentar e Biorresíduos na Cadeia de Valor
    Workshop Economia Circular-Desperdício Alimentar e Biorresíduos na Cadeia de Valor

Como reduzir os resíduos na Europa é um dos principais objetivos do Projeto Europeu FORCE – “Cities Cooperating For Circular Economy”. que marcou um workshop subordinado ao tema – Economia Circular-Desperdício Alimentar e Biorresíduos na Cadeia de Valor”, a culminar uma semana de trabalho em Lisboa. O encontro foi promovido pela autarquia e decorreu em 21 de junho, na Sala do Arquivo dos Paços do Concelho.

O workshop, em que foram apresentadas boas práticas nacionais, contou com a presença do coordenador europeu do FORCE, da Hamburg University of Applied Sciences - Faculty of Life Sciences, de representantes nacionais dos setores da produção, distribuição, consumo, recuperação e distribuição de bens alimentares, da Plataforma Digital de Gestão do Ciclo de Bens Alimentares e Biorresíduos, Indústria, municípios e outras entidades ligadas ao tema. 

Também decorreram durante esta semana, entre o dia 18 e 20, na Biblioteca Palácio Galveias, várias reuniões de trabalho do consórcio, com o objetivo de partilhar o ponto de situação dos vários Work Packages, nomeadamente o dos Plásticos, o dos Equipamentos Elétricos e Eletrónicos, o dos Bens Alimentares e Biorresíduos e ainda o das Madeiras.

Transformar comportamentos

O projeto FORCE é financiado pelo Programa HORIZON 2020 e contribui para a eficiência, eficácia e sustentabilidade ambiental, transformando comportamentos. Este projeto é desenvolvido em quatro cidades europeias: Copenhaga (coordenador europeu), Hamburgo, Lisboa e Génova. Cada cidade tem o seu cluster de parceiros, num  total de 23.

Para além das reuniões de trabalho e do workshop, foram ainda realizadas cinco visitas técnicas, nomeadamente: à Assembleia da República para acompanhar o processo de recolha de bens alimentares excedentários, à Junta de Freguesia de Campolide para acompanhar o processo de distribuição de bens alimentares doados, ao Hub Criativo do Beato onde funcionarão as futuras instalações em Lisboa do projeto Co-REPAIR (Repair Café) e ainda às obras de Arte Urbana do BORDALO II em exibição no espaço público.

As visitas estenderam-se ainda à Estação de Tratamento e Valorização Orgânica da Valorsul para onde são encaminhados todos os resíduos orgânicos da cidade.

Entre os participantes nacionais no workshop contam-se a CAP, a Sonae MC e Grupo Jerónimo Martins, a AHRESP, o Neya Lisboa Hotel, a DARiACORDAR/Zero Desperdício, a ETSA, a Quercus a Valorsul, a Lipor e a Smart Waste Portugal.

Sobre o projeto

 

Mais notícias sobre:
Ambiente