Intervenção social

Dignilândia: um jogo à volta dos direitos

21, Novembro 2016
Alunos da ETPL – Escola Técnica Psicossocial de Lisboa debateram a educação para os direitos humanos, no âmbito das comemorações do aniversário da Convenção dos Direitos da Criança, numa sessão que decorreu em 21 de novembro no Espaço a Brincar e contou com a participação do vereador João Afonso.

No âmbito das comemorações do Aniversário da Convenção dos Direitos da Criança, a Câmara de Lisboa e a ETPL – Escola Técnica Psicossocial de Lisboa, promoveram no Espaço a Brincar, em 21 de novembro, um programa dedicado à difusão dos Direitos Sociais e Direitos da Criança.

Durante a manhã, cerca de 50 alunos do 12.º ano ETPL, dinamizaram o jogo Dignilândia, criado pelo Conselho da Europa, com o objetivo de disseminar e sensibilizar outros jovens para o tema dos direitos sociais.

João Afonso, vereador dos Direitos Sociais da autarquia, participou na sessão, conversou animadamente com os jovens e respondeu às questões por eles formuladas. Para o autarca, o jogo Dignilândia é um bom instrumento para promover de uma forma simples a educação para os direitos humanos e direitos da criança. Para o futuro prevê uma maior sensibilização e cumprimento dos direitos sociais na população portuguesa. “Com políticas públicas, nacionais e internacionais, é possível melhorar e divulgar os direitos humanos e os direitos sociais”, explicou.

A ideia é capacitar pessoas numa autêntica estrutura em rede, para que possam disseminar a mensagem. Porque “cada uma das pessoas é o melhor agente para a defesa dos direitos humanos”, sublinhou o vereador. 

À tarde foi a vez dos alunos do 9.º ano da Escola Padre António Vieira participarem numa “Viagem pelos Direitos Humanos na Criança” e assistirem à projeção do filme “Direito à responsabilidade Social”, seguida de debate.



Mais notícias sobre:
Intervenção social