Carnide, Intervenção social

Edifício intergeracional em Carnide

30, Setembro 2015
  • Novo edifício de Equipamentos no Bairro Padre Cruz e assinatura de Protocolo
    Novo edifício de Equipamentos no Bairro Padre Cruz e assinatura de Protocolo

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, e o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Pedro Santana Lopes, inauguraram dia 30 de setembro o edifício de Equipamentos do Bairro Padre Cruz, seguido da assinatura de um protocolo de Parceria Local.

Com quatro pisos e cerca de três mil metros quadrados de área, o espaço resulta de uma candidatura QREN e é mais uma fase do projeto municipal de requalificação deste bairro, que agora fica concluído. Foi construído pela autarquia num processo muito participado pela comunidade e parceiros locais, ficando a sua gestão a cargo da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Trata-se de um edifício social polivalente e multifuncional pensado para funcionar numa lógica de proximidade, que contará com uma creche para 38 crianças, um centro de dia para 60 utentes, apoio domiciliário com capacidade para 60 utentes e residências assistidas para 36 utentes, com a possibilidade de ampliação para 58.

Muito emotiva, a cerimónia inaugural contou também com a presença dos moradores e várias individualidades, como a presidente da Assembleia Municipal Helena Roseta, a administradora da SCML Rita Valadas, os vereadores da autarquia Manuel Salgado, João Afonso, Paula Marques, Jorge Máximo e João Gonçalves Pereia, o presidente da Junta de Freguesia de Carnide Fábio Sousa, representantes da GEBALIS e a presidente da Associação de Moradores do bairro, Elisete Andrade. 

Salientando a parceria entre a SCML e a autarquia, Santana Lopes referiu que “os anos passam e os desafios renovam-se.” Por isso o provedor considera que é necessário promover a intergeracionalidade “para que os mais velhos possam partilhar com os mais novos” e não hajam guetos geracionais. “É nossa preocupação acabar com lares depósitos e idosos acantonados à espera de um dia“, frisou.

Para Fernando Medina o espaço agora inaugurado representa a dignidade humana. “Uma sociedade digna é aquela que trata dos mais velhos e dos mais novos. Nós em Lisboa não desistimos de ninguém, nem como tratamos dos nossos concidadãos, e só ganhamos se tivermos espaços de intergerações como este”, disse ainda.

Emocionando-se várias vezes no seu discurso, Elisete Andrade, salientou a importância que teve os moradores, ao deixar as suas casas, onde viveram toda uma vida, onde criaram os seus filhos, para se poder construir este equipamento.” Tenho-os a todos no meu coração, aqui foram deixadas as sementes para nascer este equipamento”. 

Usaram ainda da palavra a vereadora Paula Marques e o presidente da Junta de Freguesia de Carnide.

Array
Mais notícias sobre:
Carnide, Intervenção social