Educação, Município

Escolas vão confecionar refeições para os mais pequenos

19, Julho 2018
O Vereador da Educação e dos Direitos Sociais, da Câmara Municipal de Lisboa, Ricardo Robles, assinou no dia 19 de julho, na Escola Básica Sarah Afonso, freguesia dos Olivais, um protocolo de colaboração com várias entidades para implementar um Plano Alimentar nas escolas que permita às crianças comer refeições escolares mais saudáveis e confecionadas no local.
  • Escolas vão confecionar refeições para os mais pequenos
    Escolas vão confecionar refeições para os mais pequenos

Este Protocolo foi assinado com seguintes entidades nacionais e internacionais: ARS-LVT, Associação Portuguesa de Nutrição, Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal, Direção-Geral da Educação, Direção-Geral da Saúde, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Liga Portuguesa Contra o Cancro, Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa, Food and Agriculture Organization – ONU e Junta de Freguesia dos Olivais.

A partir de agora estas organizações serão parceiras na implementação de um Plano Municipal para as Refeições Escolares, que dará em breve dois sinais claros da mudança que a autarquia pretende implementar nas refeições escolares.

" Uma medida determinante para a Câmara Municipal de Lisboa. Estamos em condições para fazer uma transformação profunda em Lisboa e estas 18 mil refeições diárias são as mais importantes da cidade",disse Ricardo Robles.

No próximo ano letivo, a autarquia irá pôr fim ao sistema catering a quente, que desperdiça atualmente 5000 cuvetes de plástico por dia e não garante a satisfação das crianças. Esta ação irá permitir uma poupança de cerca de 50 toneladas de plástico, anuais, reduzindo-se, assim, significativamente, a pegada ecológica do município.

Assim, a partir do ano de 2019, todas as crianças passarão a consumir refeições produzidas em confeção local. No caso das escolas que não têm capacidade de confeção, escolas próximas irão aumentar a sua produção diária de modo a fornecer as refeições destas.

Array
Mais notícias sobre:
Educação, Município