Cultura e Lazer

Exposição "Entre a Cruz e o Crescente - o resgate de cativos"

07, Março 2018
  • Exposição "Entre a Cruz e o Crescente"
    Exposição "Entre a Cruz e o Crescente"

Está patente, até ao dia 7 de julho, no Arquivo Nacional Torre do Tombo (Alameda da Universidade), a exposição "Entre a Cruz e o Crescente - o resgate de cativos", que pretende assinalar os 800 anos da fundação do Convento da Trindade de Lisboa.

Esta iniciativa, que se corporiza nesta mostra essencialmente documental, resulta de uma parceria entre a Direção Municipal de Cultura da Câmara Municipal de Lisboa e a Direção Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas. Evoca a instalação em Lisboa, no ano de 1218, da Ordem da Santíssima Trindade no lugar da Ermida de Santa Catarina, onde mais tarde surgiu o convento dos trinitários, e a sua ação em prol da libertação de cativos cristãos em terras muçulmanas, por resgate ou troca por cativos islâmicos nos reinos da cristandade.

No ato inaugural, que decorreu no dia 7 de março, Silvestre Lacerda, diretor geral da DGLAB, agradeceu à Câmara Municipal mais esta parceria, "que vai para além dos protocolos e acordos e se concretiza em iniciativas", e que é "resultado de diferentes vontades num produto maior". Por seu lado, Manuel Veiga, diretor municipal de Cultura da CML, que na ocasião se fazia acompanhar pelo diretor do Departamento de Cultura, Jorge Ramos, constatou igualmente que, na celebração de acordos de parceria, "a Torre do Tombo é parceiro privilegiado", salientando a "estreita colaboração das duas equipas" na concretização desta exposição.

A comissária científica da exposição, Edite Alberto, do Departamento de Cultura da CML, guiou os visitantes inaugurais numa visita à exposição, esclarecendo processos de investigação e seleção de materiais documentais para a exposição,  bem como o significado da atividade da Ordem da Santíssima Trindade em Portugal.

Na ocasião, Raul Moreira, diretor de Filatelia dos CTT - Correios de Portugal, procedeu ao lançamento de uma peça filatélica comemorativa dos 800 anos do Convento da Santíssima Trindade, obliterado por carimbo pelas entidades presentes, que também assinaram os postais selados.

Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer