Comercio, Município

Fernando Medina fala aos hoteleiros sobre os “ Desafios da Cidade”

08, Junho 2018
2018 poderá assistir à abertura em Lisboa de 25 novos hotéis, das 61 unidades previstas em PortugalDados avançados pela Associação de Hotelaria de Portugal que sob o tema “Desafios da Cidade, convidou, hoje, dia 08 de junho, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa o encontro de associados.
  • Fernando Medina fala aos hoteleiros sobre os “Desafios da Cidade”
    Fernando Medina fala aos hoteleiros sobre os “Desafios da Cidade”

Aos hoteleiros, Fernando Medina falou sobre as três dimensões críticas para o crescimento sustentável da atividade turística na capital portuguesa que passam pelo aumento da procura, pela vontade política da Câmara Municipal de Lisboa, pela diversificação e qualificação da oferta e pela adaptação da cidade às suas múltiplas dimensões.

A AHP acredita que 2018 será um novo ano de crescimento, depois do recorde no número de visitantes, dormidas e proveitos da hotelaria em 2017, o presidente da Câmara de Lisboa considera que "não há turistas a mais, poderá ter infraestruturas a menos e por isso é necessário mantermos a capacidade de receber pessoas".

"Sustentabilidade" e a gestão integrada dessa sustentabilidade é, para Medina, a palavra-chave para o sucesso da cidade e para a melhoria da qualidade de vida de todos. O autarca destacou o setor do turismo como um dos pilares da base económica da cidade, "temos que saber construir as parcerias certas para a sustentabilidade do território e o desenvolvimento global da cidade".

Aeroporto Humberto Delgado

"A nossa preocupação fundamental prende-se com questões de urgência e de tempo. A cidade não pode desperdiçar hoje o que é um dos maiores motores de emprego e desenvolvimento e Lisboa não abdica disso."

"É necessário termos uma infraestrutura de qualidade e adequada ao crescimento da cidade e isso não pode ser feito à custa do aumento das taxas aeroportuárias que ponham em causa e em risco a competitividade da capital".

"Estamos confiantes e otimistas no processo, estamos a trabalhar em conjunto com o governo para avança rápido com uma solução."  

Lisboa- Destino de congressos

"Lanço um desafio aos agentes turísticos para tornar Lisboa um produto e um destino de atração de congressos. A Câmara está disponível para trabalhar convosco para essa possa ser uma realidade a breve prazo".

Alojamento local

"Defendemos limites ao alojamento local por cotas que nos permita regular em função das diferentes realidade dos diversos territórios da cidade em que as competências fossem inteiramente atribuídas aos municípios".

Diversificação e qualificação

"É necessário diversificarmos a oferta acompanhada por uma qualificação dos ativos que já disposto e que são atualmente muito procurados, significa também criar uma nova centralidade em Lisboa e é isso que estamos a fazer".

O Fundo de Investimento Turístico

"A recuperação do nosso património e da nossa cultura, elementos identitários da capital, está a acontecer graças ao fundo de investimento turístico, a recuperação do Palácio da Ajuda, o Museu Judaico ou investimento previsto para a requalificação do Museu do Azulejo são bons exemplos."

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa concluiu a intervenção lembrando que " a cidade é também de todos os que durante anos viram adiado o sonho de desenvolvimento e agora podemos dizer-lhes que se está a concretizar".

 

Mais notícias sobre:
Comercio, Município