Intervenção social, Município

Festa da Diversidade celebra Lisboa

17, Junho 2017
Valete, Crocodilo, Braima Galissá são alguns dos artistas que este fim-de-semana vão animar a Ribeira da Naus. Em festa Lisboa semeia a diversidade numa iniciativa que tem, uma vez mais, o objetivo de chamar a atenção para a luta contra o preconceito, o racismo e a xenofobia.
  • Festa da Diversidade celebra Lisboa
    Festa da Diversidade celebra Lisboa

Organizada pela Câmara Municipal de Lisboa, em coordenação pela associação SOS Racismo e integrada nas festas da cidade, a Festa da Diversidade levou milhares de pessoas à beira rio, num dia em que as temperaturas na capital ultrapassaram os 40 graus.

O evento, de entrada livre, foi no primeiro dia o ponto de chegada da 18ª Marcha do Orgulho LGBT que partiu do Príncipe Real.

Dirigindo-se "aos camaradas" que se espalhavam pelo relvado João Afonso, Vereador dos Direitos Sociais da CML, agradeceu às todas e a todos que diariamente trabalham em prol da igualdade, lembrando que "a luta faz-se com todos/ todas vós", terminando a sua curta intervenção com a referência ao artigo nº 13  (Princípio da igualdade) da Constituição Portuguesa .

Depois da leitura do Manifesto da marcha LGBT, " pela auto-determinação de género e do corpo por todas as pessoas trans", e de ter sido dado voz às diversas associações que subscreveram o manifesto, coube à Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade o encerramento as intervenções do primeiro de dia da Festa da Diversidade.

 Catarina Marcelino começou por lembrar que " todos somos iguais perante a lei", admitindo que ainda há muito que fazer frisou a importância da lei da procriação assistida, aprovada pelo Concelho de Ministros, que garante o acesso de todas as mulheres à procriação medicamente assistida independentemente do estado civil ou da orientação sexual.

A governante espera ainda que no próximo ano letivo a diversidade seja levada às escola através da inclusão nos curriculos de uma disciplina de educação para a cidadania e pela aprovação, em breve, de uma lei que dê mais direitos às " pessoas intersexos".

A Festa da Diversidade realizou-se pela primeira vez em 1999, e  tem como lema, desde sempre, o direito ao voto para todas e para todas sempre com o carácter de" juntar toda a gente".

A Festa da Diversidade procura levar para o espaço público o trabalho desenvolvido por muitas associações e artistas. Este ano conta com a participação de cerca de 25 associações.

Para além dos inúmeros concertos previstos até às 00h00, do dia 18, há ainda, ao princípio da tarde de domingo, um debate sobre a discriminação racial e os mecanismos para a combater.

Array
Mais notícias sobre:
Intervenção social, Município