Cultura e Lazer, Visitar

Festival Jardins Abertos dedicado ao outono

26, Outubro 2019
Durante este fim-de-semana os jardins de Lisboa abrem as suas portas ao público. O outono é o tema central das diversas atividades e visitas guiadas.
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim do Tribunal Constitucional
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim do Tribunal Constitucional
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim do Grémio Literário
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim do Grémio Literário
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim do Grémio Literário
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim do Grémio Literário
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim das Ondas no Parque das Nações
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim das Ondas no Parque das Nações
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim das Ondas no Parque das Nações
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Jardim das Ondas no Parque das Nações
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Florestas Submersas, no Oceanário
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Florestas Submersas, no Oceanário
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Florestas Submersas, no Oceanário
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Florestas Submersas, no Oceanário
  • 3ª edição do Festival Jardins Abertos - Florestas Submersas, no Oceanário
    3ª edição do Festival Jardins Abertos - Florestas Submersas, no Oceanário

O Festival Jardins Abertos tem vindo a alargar a sua programação e nesta 3ª edição - a primeira de outono, dias 26 e 27 de outubro - a grande novidade foram os jardins mais especiais do Parque das Nações, com destaque para a Floresta Submersa do Oceanário.

Ali ao lado, no Jardim das Ondas, os seus criadores, Fernanda Fragateiro e João Gomes da Silva, conduziram uma visita guiada ao espaço, que definiram como “uma obra de arte, um espaço sem programa e de grande liberdade. É um jardim que não tem caminhos, não tem mobiliário urbano, tem um solo que é modelado e que simula diversos movimentos da água”.

Tomás Tojo, da equipa de produção do festival, explicou que a programação pretende ser “muito diversa e tem a ver com as diferentes abordagens ao jardim. Desde o caso das Florestas Submersas, no Oceanário, aos pátios, os palácios, procuramos sempre apresentar estas diferentes abordagens, estas caras diferentes.”

No Festival Jardins Abertos podem ser descobertos os grandes jardins de Lisboa, como o Parque Monteiro Mor ou os jardins do Palácio de Belém, ou pequenos jardins e pátios privados, como o Jardim e Biblioteca Botânica, o Pátio do João e da Teresa, entre muitos outros.

Array
Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer, Visitar