Beato, Cultura e Lazer

Gala do Beato - Prémio Cidadania atribuido a Ramalho Eanes

19, Setembro 2016
  • Gala do Beato
    Gala do Beato

Decorreu na noite de 18 de setembro a oitava edição da anual Gala do Beato, no magnífico cenário do Convento do Beato, organizada pela Junta de Freguesia. Perante mais de oito centenas de fregueses, o evento mostrou muito do que a freguesia produz em termos artísticos e culturais.

O momento alto deste acontecimento festivo aconteceu quando Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, acompanhado pela presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, e pelo presidente da Junta de Freguesia, Hugo Xambre Pereira, entregaram ao general António Ramalho Eanes (que há muito reside nesta freguesia) o Prémio Cidadania, na categoria personalidade.

Fernando Medina, que classificou a Gala como "uma realização fantástica", sublinhou o facto de este ano decorrerem 40 anos sobre a promulgação da Constituição e as primeiras eleições livres legislativas, autárquicas e presidenciais para saudar aquele que foi o primeiro presidente eleito - António Ramalho Eanes - pois "tudo o que fez no momento certo ajudou a que o processo histórico corresse bem, pelo papel que desempenhou na estabilização da vida política do nosso país". O edil lisboeta, que esteve acompanhado pelos vereadores Catarina Albergaria e Jorge Máximo, considerou que, a esta distância, "se percebe a importância da geração que fez o 25 de Abril" e que "o muito que se fez pelo país nestes 40 anos se deve a Ramalho Eanes". Medina fez extensível a saudação à esposa do general, Manuela Eanes, pela "energia que continua a dedicar à causa pública, nomeadamente no Instituto de Apoio à Criança, e recordou que foi também à 40 anos que a atual presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, igualmente pesente nesta ocasião, se candidatou à Câmara Municipal de Lisboa.

No seu discurso, o presidente da Câmara não deixou de abordar os temas locais caros à Freguesia do Beato, começando por elogiar "o trabalho de excelência e de defesa intransigente do Beato" levado a cabo pela Junta de Freguesia - elogia que personalizou nas pessoas do seu presidente, Hugo Xambre Pereira, e do seu braço direito, Silvino Correia. Fernando Medina revelou que a Câmara Municipal vai apostar no desenvolvimento desta zona da cidade, uma vez que "o eixo central desse desenvolvimento futuro de Lisboa vai de Santa Apolónia até ao limite oriental da cidade", sendo que, após a conclusão da recuperação da frente ribeirinha a ocidente, que "correu bem", "é aqui que agora estão os desafios e as oportunidades de futuro". O autarca sublinhou a importância do "processo de desenvolvimento desta zona, já em marcha com o projeto emblemático do complexo da Manutenção Militar, cuja gestão o Estado entregou à Câmara por 50 anos", onde em novembro a cidade acolherá os 50 000 participantes no evento mundial Web Summit, o que acontecerá durante três anos consecutivos. Será "uma oportunidade que devemos agarrar com as duas mãos", na medida em que empresas e investidores poderão vir a descobrir as potencialidades desta zona lisboeta. Medina anunciou que na Manutenção Militar irá ficar instalada a estrutura Hub Criativa de Lisboa, "uma âncora de desenvolvimento que traga emprego, empresas e investimento para o Beato,estratégica para Lisboa".

Na ocasião, o presidente da Junta de Freguesia do Beato, Hugo Xambre Pereira, agradeceu o apoio da Câmara à realização deste evento e, mais importante, a colaboração resultante da descentralização administrativa e delegação de competências para a Junta, elencando uma série de iniciativas em curso, sobretudo na área da recuperação dos bairros, de equipamentos e do espaço público. Para este autarca, a Junta aposta na "abertura à participação cidadã" para prosseguir estes objetivos. A presidente da Assembleia Municipal, Helena Roseta, elogiou a determinação deste autarca do Beato, pois "é um presidente de Junta que leva a sério o diálogo com as populações e a participação de todos", fazendo com que o Beato, "com o seu património riquíssimo, seja uma freguesia com futuro".

A VIII Gala do Beato, que teve o momento alto com a atribuição dos Prémios Cidadania nas suas três categorias (Personalidade, Empresa e Instituição) contou com a atuação de artistas da freguesia ou a ela ligados, tais como a Companhia de Bailado Olga Roríz, a classe de ballet Pezinho de Dança, as fadistas Tina Colaço e Vanessa Silva, o grupo de dança Baila Casino ou os elementos do espetáculo futurista Ciber Diva. No final, foi servido a todos os presentes um "Porto de Honra".

Mais notícias sobre:
Beato, Cultura e Lazer