Intervenção social

Há Festa no Parque

25, Abril 2017
O 25 de Abril voltou a celebrar-se no Parque Eduardo VII com muito desporto, animação, divertimento, convívio, cultura, música e espetáculo. Centenas de famílias juntaram-se nesta manhã de feriado para celebrar o dia em que Lisboa acordou em liberdade.

As sessões de ioga corriam serenas, à sombra num dos recantos do parque, enquanto no outro extremo, pais ensinavam aos filhos os rudimentos do jogo de xadrez. Ali mais acima testavam-se técnicas de serigrafia, imprimindo-se belíssimos cartazes com mensagens que ficaram gravadas na memória deste dia, enquanto um pouco mais ao lado ofereciam-se cravos a quem passava.Despertava assim o Parque Eduardo VII para mais uma celebração do dia 25 de abril. 

A música não faltou. Do cante alentejano à Orquestra Geração. Coube às crianças desta orquestra, que visa a integração social pela música, interpretar ao vivo a Grândola Vila Morena, ícone máximo do dia hoje celebrado. 

“Esta é uma festa para a família, para todos, independentemente de crenças ou idades. Uma festa em que a Câmara de Lisboa mobilizou recursos dos direitos sociais, do desporto, da cultura para levar até aos lisboetas uma festa e uma celebração da nossa liberdade”, disse o vereador dos Direitos Sociais, João Afonso, aos muitos que se aproximaram do palco para ouvir mais um concerto da Orquestra Geração. 

Também Jorge Máximo, vereador do desporto, depois de participar na Corrida da Liberdade, compareceu também na festa do parque. 

Array
Mais notícias sobre:
Intervenção social