Beato, Cultura e Lazer, Município

Hub Criativo do Beato recebe as melhores fotografias do mundo

26, Abril 2018
Até dia 20 de maio a maior exposição de fotojornalismo do mundo vai estar de portas abertas no Hub Criativo do BeatoLisboa é, uma vez mais, anfitriã da exposição World Press Photo. As fotos vencedoras estarão expostas, entre quinta-feira e domingo, das 10h às 19h, com entrada livre.
  • Hub Criativo do Beato recebe as melhores fotografias do mundo
    Hub Criativo do Beato recebe as melhores fotografias do mundo

Promovida pela World Press Photo Foundation, a inauguração oficial teve lugar na tarde desta 5ª feira, dia 26 de abril e contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, entidade que, a par da revista VISÃO e da Galp é parceira da exposição.

Acompanhado pela diretora da revista VISÃO, Mafalda Anjos e Carla Vlaun, curadora da exposição World Press Photo, Fernando Medina foi conhecer as melhores fotografias do mundo naquele que diz ser " um momento de homenagem e reconhecimento a todos os fotojornalistas, cada uma das fotos muda-nos, naquilo que aprendemos e que não conhecíamos, muda a forma como nós olhamos para determinada realidade e para o mundo que nos rodeia"

O grande prémio do World Press Photo foi entregue este ano a Ronaldo Schemidt, nascido em Caracas, na Venezuela. 

Foi neste país da América Latina que o fotojornalista da agência France-Presse fez a imagem que lhe valeu a distinção: José Víctor Salazar Balza em chamas durante os protestos contra o presidente Nicolás Maduro. 

No Beato, vai poder ver estas fotografias, tal como todas as outras premiadas nas restantes categorias num total de 161 imagens captadas por 42 profissionais de 22 nacionalidades diferentes.

O evento, com entrada livre, tem ainda outros motivos para ser visitado.

Aos sábados, o público poderá participar em talks com fotógrafos de renome, rallies e workshops de fotografia, e aceder à área de food trucks, além de visitar a exposição paralela “Energisers” da GALP.

World Press Photo Foundation

Fundado em 1955 pela organização homónima e sem fins lucrativos, o concurso World Press Photo premeia, anualmente, fotografias que dão a conhecer ao público questões e momentos cruciais e fraturantes, que marcam a atualidade de povos e sociedades em todo o mundo, e que se repercutem além-fronteiras, com consequências à escala global.

Estes prémios são atribuídos desde 1995 pela fundação homónima com sede em Amesterdão, onde está agora a exposição, e distribuem-se por oito categorias em que são distinguidos os três primeiros prémios.

Na edição de 2018, foram submetidas 73.044 imagens de 4548 fotógrafos de 125 países. 

Programa

Array
Mais notícias sobre:
Beato, Cultura e Lazer, Município