I Encontro dos Psicólogos da Administração Local

19, Setembro 2017
Decorreu, no auditório dos Serviços Socais da Câmara Municipal de Lisboa, no dia 19 de setembro, o I encontro dos Psicólogos da Administração Local, um encontro de âmbito nacional que reuniu psicólogos de vários concelhos do país, com o objetivo de compreender o papel do psicólogo em contexto autárquico.

A sala dos Serviços Sociais da CML encheu para acolher muitos dos psicólogos que trabalham na CML e em várias autarquias do país e que não quiseram faltar a este primeiro encontro de profissionais de psicologia que trabalham no poder local. 

Francisco Miranda Rodrigues, bastonário da Ordem dos Psicólogos Portugueses, salientou a relevância dos psicólogos que trabalham no contexto local, nomeadamente pela proximidade que estabelecem com a comunidade. “É uma área com uma grande presença de psicólogos como vemos como uma área de futuro e franco desenvolvimento”.  

Carlos Miguel, secretário de estado das autarquias locais, salientou o peso que os departamentos da educação, dos recursos humanos e da ação social, acabam por ultrapassar áreas tradicionais das autarquias como as obras ou a higiene urbana. Colocando a tónica na proximidade aos munícipes, na capacidade de resposta colmatando as carências da administração central, nas reformas politicas de descentralização na administração local, nas responsabilidades junto do ensino e dos cuidados à população idosa, em dificuldades e carenciada, o secretário de estado traçou um cenário futuro onde o desempenho dos psicólogos será cada vez mais necessária. “A presença de psicólogos vai ser muito mais ampla no território”, disse Carlos Miguel.

Os trabalhos continuaram pela manhã e pela tarde onde foram abordados temas como a caraterização das funções dos psicólogos na administração local, as intervenções ao nível das organizações autárquicas, a habitabilidade e bem-estar nas cidades, partilha de experiências e as conclusões do dia de jornadas.