Comercio

Inauguração do "Palácio Chiado"

22, Abril 2016
  • Palácio Chiado
    Palácio Chiado

Lisboa conta, desde o dia 21 de abril, com um novo espaço de restauração: o "Palácio Chiado", instalado nas aristocráticas salas do Palácio Barão de Quintela, na Rua do Alecrim, 70. Na ocasião inaugural, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, visitou o novo espaço pela mão dos empresários António Paulo e Gustavo Duarte, que apresentaram o conceito inovador do "Palácio Chiado".

Esta nova unidade de restauração alberga não uma mas sete distintas áreas de restauração, cada qual com o seu chef e a sua especialização, dos pratos de carne e hambúrgueres até aos vegetarianos, passando pelo sushi, que se estendem pelos dois principais pisos do histórico edifício.

O Palácio Barão de Quintela que agora acolhe o "Palácio Chiado" foi construído após o terramoto, em obras que se prolongaram pelos finais do século XVIII, por iniciativa de Luís Rebelo Quintela e seu sobrinho e herdeiro Joaquim Pedro, 1º Barão de Quintela. O luxo do edifício, que inclui frescos nas paredes e tetos estucados artisticamente em quase todas as salas e uma escadaria para o andar nobre iluminada por vitrais policromáticos, fez dele escolha óbvia para o general francês Junot se instalar, durante a primeira invasão napoleónica, em 1807-8. Com a falência do 2º Barão de Quintela e 1º Conde de Farrobo, o edifício foi adquirido pelo capitalista Mendes Monteiro, cuja família mandaria edificar a famosa Quinta da Regaleira, em Sintra. Nos últimos anos o espaço esteve sub-aproveitado, tendo acolhido parcialmente as instalações do IADE - Instituto de Artes Visuais.

Mais notícias sobre:
Comercio