Arroios, Educação

Já está em pleno a renovada Escola Básica Sampaio Garrido

28, Setembro 2018
A Escola Básica Sampaio Garrido reabriu após profundas obras de renovação, num investimento de 1,4 milhões de euros.
  • Escola Básica Sampaio Garrido
    Escola Básica Sampaio Garrido

A cerimónia inaugural da Escola Básica Sampaio Garrido, na Praça das Novas Nações (Bairro das Colónias), decorreu no dia 28 de setembro, já com as aulas em pleno funcionamento. A escola, que esteve encerrada para obras durante três anos letivos (e temporariamente deslocada para a vizinha Escola Secundária Luísa de Gusmão), foi sujeita a profundas obras de reabilitação e modernização, num investimento que atingiu os 1,4 milhões de euros.

"Entregamos hoje aquilo que nos comprometemos fazer", declarou o presidente da Câmara, Fernando Medina. O autarca salientou ser esta "uma escola muito especial, pela diversidade cultural e social dos seus alunos, de 17 diferentes nacionalidades", sendo "uma escola pública inclusiva e de qualidade, integrando alunos que, nalguns casos, não conhecem a nossa língua, e ajudando a integrar também os pais". 

Medina anunciou a "ambição de renovação integral do parque escolar de Lisboa", incluindo também a recuperação das escolas do 2º e 3º ciclos, "com um programa de intervenção massivo, fazendo aquilo que o Estado central não fez", posto que "a qualidade da escola é indispensável ao sucesso escolar. O edil lisboeta destacou ainda o facto de se ter investido na criação de condições para a confeção local das refeições para os alunos (que este ano já inclui mais 23 escolas), "acabando com o catering e o plástico e providenciando uma alimentação escolar de qualidade e proximidade", medida que vem a par com outras, como os manuais escolares gratuitos para toda a escolaridade obrigatória e os passes escolares até aos 12 anos, que dão acesso gratuito aos transportes públicos e a equipamentos culturais.

O vereador do pelouro da Educação, Manuel Grilo, por seu lado, sublinhou o esforço de investimento na renovação de 40 escolas até 2021 (cerca de 50% do parque escolar), na senda da intervenção ocorrida nesta escola, com 8 salas de aula para 160 alunos, biblioteca, recreios com equipamentos lúdicos e desportivos, cozinha e refeitório, para além de outras áreas de apoio."Nunca Lisboa teve tanto investimento na escola", garantiu o vereador, que apontou ainda o fim da utilização do plástico nas escolas, reduzindo a pegada ecológica, a confeção local das refeições e a gratuidade dos manuais escolares até ao 12º ano, "terminando com a angústia do mês de setembro para muitas famílias".

Na ocasião usaram ainda da palavra o diretora do Agrupamento de Escolas Nuno Gonçalves, professora Laurinda Pereira, que deu as boas vindas neste "momento de alegria e esperança no futuro, quando todos os anos a escola se cria e se refaz", endereçando os parabéns ao presidente da Câmara pela opção de investimento nas infraestruturas escolares, e a presidente da Junta de Freguesia de Arroios, Margarida Martins, que considerou ser este "um dia muito feliz para uma escola com uma alma muito própria, agradecendo a Fernando Medina o facto de ter "imprimido um novo fôlego ao Programa Escola Nova".

No final, após demorada visita às instalações da renovada escola, o convívio dos autarcas com os alunos continuou durante o almoço no refeitório.

Mais notícias sobre:
Arroios, Educação