Cultura e Lazer, Educação, Município

LU.CA um teatro para as crianças

01, Junho 2018
No antigo Teatro Luís de Camões, na Calçada da Ajuda, nasceu agora um teatro municipal com programação artística para os mais novos. A abertura foi assinalada no Dia Mundial da Criança, nos meses de junho e julho a entrada é livre.

Dia Mundial da Criança, 1 de junho de 2018. A data fica agora gravada na história da cidade pela abertura do LU.CA Teatro Luís de Camões, o novo teatro municipal dedicado aos aos mais novos, que durante os meses de junho e julho terá entrada livre. Catarina Vaz Pinto, vereadora da Cultura, assinalou o momento.

“Espero que este espaço seja muito feliz para a cidade”, disse a vereadora  a um grupo de crianças da freguesia da Ajuda, que assistiram a um concerto pela Orquestra Juvenil Metropolitana, com narração de fábulas de La Fontaine. Num breve discurso, Catarina Vaz Pinto sublinhou tratar-se de “um local de encontro para os mais novos, os jovens e também os mais velhos”.

Antes, na cerimónia de descerramento da placa que agora assinala a entrada do teatro, a vereadora esteve acompanhada pelos presidentes das juntas de freguesia da Ajuda e de Belém, pelo secretário de Estado da Cultura e pela diretora do espaço, Susana Menezes, que fica sob a responsabilidade da EGEAC. João Paulo saraiva, vereador das Finanças e Recursos Humanos, também marcou presença.  

O Teatro Luís de Camões, que no século XVIII funcionava como a Casa da Ópera do Rei Dom João V, foi sujeito a obras de requalificação pela Câmara Municipal, para agora ser transformado num lugar para as crianças, os jovens e as artes. No âmbito da reorganização dos teatros municipais da cidade vem preencher uma lacuna há muito existente, a de um espaço exclusivamente vocacionado para o público infanto-juvenil, para as suas famílias e para as escolas. 

A programação terá especial enfoque na criação contemporânea para crianças e jovens, com destaque para as artes performativas, e no encontro destas com outras formas de arte e de expressão artística, como o cinema, a literatura, o design, a fotografia, a ilustração e as artes plásticas.

Já durante o fim de semana 2 e 3 de Junho, repete-se o espetáculo de abertura e outras atividade, com entrada livre. Durante os meses de junho e julho a entrada para todas as atividades previstas na programação também é livre sujeita  à lotação da sala e ao levantamento de bilhete uma hora antes do espetáculo (limitado a 2 bilhetes por pessoa).