Campolide, Desporto

Meia Maratona de Lisboa parte de Sete Rios

09, Março 2018
De acordo com o Maratona Clube de Portugal, "...não estão reunidas as condições para que a partida das provas EDP Meia Maratona de Lisboa e Mini Maratona Vodafone seja feita a partir da Ponte 25 de Abril.Assim, foi definido que a partida das provas em questão passará para o Eixo Norte Sul em Sete Rios (em frente ao Jardim Zoológico de Lisboa).O horário de partida mantém-se às 10h30."
  • EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
    EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
  • EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
    EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
  • EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
    EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
  • EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
    EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
  • EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
    EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
  • EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
    EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
  • EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março
    EDP Meia Maratona de Lisboa - 11 de março

Lisboa volta a receber milhares de atletas nacionais e estrangeiros na EDP Meia Maratona de Lisboa, que vai decorrer este domingo, dia 11 de março, com a partida no Eixo Norte Sul em Sete Rios (em frente ao Jardim Zoológico de Lisboa) e chegada ao Mosteiro dos Jerónimos.

Na última conferência de imprensa antes da prova, Carlos Móia adiantou que, no conjunto de todas as provas do fim-de-semana, estão contabilizados 35 mil participantes, dos quais cerca de 6 mil estrangeiros.

Em fevereiro, quando foi oficialmente apresentada a prova, o presidente do Maratona Clube de Portugal, e fundador desta já emblemática prova, acrescentou que, este ano “vamos ter a melhor elite de sempre, temos o campeão e recordista mundial da meia maratona, Zersenay Tadese, que, se bater o recorde teremos que pagar 50 mil euros e não sei onde vamos arranjar esse dinheiro”, brincou Móia.

O vice-presidente da autarquia de Lisboa, Duarte Cordeiro, descansou o comendador Carlos Moia, assegurando nessa altura que se o recorde do mundo for batido “cá estaremos para reforçar o nosso apoio. Lisboa está disposta a contribuir para o custo de bater o recorde do mundo”.

Duarte Cordeiro explicou que “foram eventos como a meia maratona de Lisboa que nos permitiram ganhar a distinção de sermos a Capital Europeia do Desporto em 2021. É com eventos como este que nos mostram a vitalidade que Lisboa tem, não só a cidade como de toda a área metropolitana”. O vereador, com o pelouro do Desporto, quis ainda sublinhar a importância desta prova “não só pela sua dimensão mas também porque oferece a oportunidade de pessoas de todas as idades e de várias condições físicas poderem participar”.

A Meia Maratona assinala este ano a 28ª edição, que integra, como habitualmente, as provas “EDP Meia Maratona de Lisboa”, “Mini Maratona Vodafone”, “CTT Wheelchair Racing”, “Vitalis 7K Jamor-Lisboa”, “Passeio Mimosa Avós e Netos” e “EDP mini campeões”.

Mais informações no site oficial da prova e no facebook

Mais notícias sobre:
Campolide, Desporto