Desporto

Movimento Portugal Activo quer pôr o país a mexer-se

20, Setembro 2018
Usar as escadas, andar a pé, ir para o trabalho de bicicleta e fazer ginásio são as propostas para tornar o país mais saudável e mais ativo através da prática desportiva.

 “Começa por Começar” é o mote da campanha Movimento Portugal Activo, que propõe um país mais saudável e mais ativo através da prática desportiva acompanhada e mobiliza personalidades de diversas áreas da sociedade, da televisão à política. A campanha inclui um plano de acção com diversos eventos, como uma Maratona de Bikes, a criação do Dia Nacional Portugal Activo ou o Dia do Fato de Treino.

“Sessenta e oito por cento da população portuguesa não faz qualquer tipo de exercício físico”, lê-se na notícia de apresentação do movimento, que recorre aos números do Eurobarómetro da Atividade Física 2017. Portugal ficou em último lugar, acompanhado da Grécia e de Malta. “Mas a situação é ainda mais preocupante pelo facto de apresentarmos, em 2017, mais quatro pontos percentuais de inatividade face ao mesmo estudo realizado em 2013. Refira-se que a média europeia é de quarenta e dois por cento de inatividade”, é ainda afirmado no texto, onde os números são considerados “arrasadores”. 

Um milhão de praticantes

O movimento considera “que o nível de atividade física de uma população é fundamental para a subida dos índices de saúde e para a redução do consumo de recursos humanos e financeiros”, por isso quer “ser a voz da atividade física, do bem-estar e da saúde em Portugal” e propõe-se atingir, até 2020, a fasquia de um milhão de praticantes de atividade física acompanhada. 

“Todos os passos são importantes para a saúde”, como usar as escadas em vez do elevador, andar a pé, ir para o trabalho de bicicleta “e, claro, inscrever-se num Ginásio. Só assim será possível Portugal melhorar o seu ADN – Atividade, Descanso e Nutrição.”

Mais informação

Mais notícias sobre:
Desporto