Mobilidade

Mudar hábitos na Mobilidade Escolar

04, Dezembro 2019
Manhã diferente junto à Escola Dona Filipa de Lencastre. O programa “Mexe-te pela tua cidade!” arrancou hoje e, até às 9h30, só foi possível chegar à escola em modos ativos e sustentáveis: bicicleta, skate, trotineta, transportes públicos ou a pé.
  • Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre
    Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre
  • Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre
    Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre
  • Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre
    Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre
  • Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre
    Primeira ação do programa de mobilidade escolar “Mexe-te pela tua cidade!” junto à Escola Dona Filipa de Lencastre

O programa “Mexe-te pela tua cidade!” teve hoje a sua primeira ação de sensibilização. O “projeto-piloto” para implementação de Planos de Mobilidade Escolar, quer mudar os hábitos nas deslocações para a escola, através da promoção da mobilidade sustentável.

Na zona envolvente foram criados pontos de encontro para “comboios de mobilidade a pé”, e nos locais de proibição de circulação estavam alunos e pais, verdadeiros embaixadores da mobilidade, ajudando as autoridades para que tudo corresse bem.

Miguel Gaspar, vereador da Mobilidade da câmara de Lisboa, esteve no local e destacou “o envolvimento extraordinário de toda a escola e uma vontade de repetir a experiência, que queremos alargar a mais escolas”.

A “escola de excelência vai além dos valores académicos e trata também da cidadania”, afirmou a diretora do Agrupamento, Laura Medeiros, sublinhando a importância da ´partilha` de responsabilidades: “Uma cidade organizada não depende só de quem faz as leis, mas também das atitudes que quem vive nela”.

Simão, Baltasar e Manuel são alunos da escola e foram observadores durante a primeira ação do programa. Elogiaram a experiência e revelaram que “quase todas as pessoas com quem falámos adoraram a experiência, pais, alunos, moradores. É algo que pode ter um impacto muito positivo aqui no bairro e na cidade”.