Cultura e Lazer

Nepaleses festejam passagem de ano em Lisboa

14, Abril 2019
A entrada no ano 2076, Ano Novo Nepalês, foi assinalada hoje em Lisboa com muita festa e exotismo.

Centenas de pessoas acorreram à Alameda Afonso Henriques para assistir às comemorações oficiais da 2ª edição do Ano Novo Nepalês. A iniciativa, apoiada pela autarquia, contou com a presença de inúmeras individualidades e da Associação Nepalesa em Portugal. De salientar que a comunidade Nepalesa na cidade de Lisboa já é a terceira mais representativa, a seguir à Brasileira e à Chinesa.

Ao longo do dia, diversas atividades deram a conhecer a cultura do Nepal aos habitantes da cidade. Como músicas tradicionais, nomeadamente, o Panje Baja, tocado nos casamentos e o Vajan, que marca o momento da oração a Deus na religião Hindu.

E foi assim que a música ao vivo, a gastronomia, o artesanato, o ioga e a meditação transportaram todos até ao longínquo Nepal, convidando, irresistivelmente, a entrar no seu mundo étnico e exótico.

A era nepalesa

A Era nepalesa começou em 20 de outubro de 879. O ano nepalês baseia-se no Calendário Lunar. Começa em meados de abril e está dividido em 12 meses. Sábado é um dia oficial de descanso. Dentre os feriados nacionais estão o Dia Nacional, a comemoração do aniversário do Rei (28 de dezembro), o Prithvi Jayanti (11 de janeiro), o Dia do Mártir (18 de fevereiro) e uma mistura de festivais hindus e budistas, tais como o Festival Dashain no outono, e o tihar no final do outono. Durante o tihar, a comunidade Newar também comemora o seu ano-novo pelo calendário local, o Nepal Sambat.

Mais notícias sobre:
Cultura e Lazer