Intervenção social, Marvila, Município

Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental

16, Julho 2015
  • Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
    Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
  • Armando Leandro, João Afonso e Belarmino Silva
    Armando Leandro, João Afonso e Belarmino Silva
  • João Afonso e Susana Gavancho
    João Afonso e Susana Gavancho
  • Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
    Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
  • João Afonso, Belarmino Silva, Susana Gavancho e Hugo Xambre Pereira
    João Afonso, Belarmino Silva, Susana Gavancho e Hugo Xambre Pereira
  • Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
    Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
  • Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
    Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
  • Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental
    Novas instalações da CPCJ Lisboa Oriental

Foram inauguradas no dia 16 de julho as novas instalações da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) da zona Oriental da cidade, em Marvila. 

A cerimónia de inauguração contou com a presença do vereador dos Direitos Sociais, João Afonso, do vice-presidente da CML, Duarte Cordeiro, da presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Zona Oriental, Susana  Gavancho, do presidente da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, Armando Leandro, e ainda do presidente da Junta de Freguesia de Marvila, Belarmino Silva.

Após o descerramento da placa alusiva à inauguração das novas instalações, a presidente da CPCJ Oriental, proferiu algumas palavras de agradecimento e mostrou o desejo que “este seja o primeiro dia de uma articulação cada vez mais forte entre a Comissão e a comunidade em que se insere”.

Armando Leandro, presidente da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, referiu a importância da prevenção. “Não temos uma cultura de prevenção muito enraizada mas as Comissões, juntamente com o município, juntas de freguesia e com as forças policiais estão dispostas a uma atitude de prevenção constante. Esta Comissão faz prevenção mas também a sinalização e tenho conhecimento que tem feito um esforço notável junto da comunidade para a interiorização do dever de sinalizar, que é fundamental, é uma forma de amor para com as crianças”.

“Lisboa tem quatro CPCJ`s, uma situação original em todo o país, todas com a mesma função: prevenir, promover e proteger crianças e jovens, explicou o vereador João Afonso acrescentando que, esta é “a mais nobre missão que se pode dar a uma organização que é feita a partir da sociedade civil e com a colaboração de entidades públicas, todos de igual forma sentados à mesma mesa”.

A CPCJ Lisboa Oriental abrange as freguesias do Beato, Marvila, Olivais e Parque das Nações, cuidando e atendendo casos de crianças e jovens em risco, até aos 18 anos de idade. É uma das cinco entidades que existem em Lisboa para cuidar destas populações.

Array
Mais notícias sobre:
Intervenção social, Marvila, Município