Investir

Novas tecnologias em exposição na Praça do Comércio

18, Outubro 2015
  • Exposição ICT 2015 na Praça do Comercio
    Exposição ICT 2015 na Praça do Comercio

Um robot-tutor que interage com crianças para lhes ensinar a ler um mapa ou jogar com elas um videojogo sobre como gerir uma cidade sustentável, é apenas um dos projectos tecnológicos financiados por fundos europeus que pode ser descoberto até dia 22 de outubro, entre as 10h00 e as 19h30, na Praça do Comércio.

A exposição, inaugurada no dia 18 de outubro com a presença  do vereador das relações internacionais da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Manuel Castro, insere-se na ICT 2015 - Innovate, Connect, Transform, uma iniciativa da Comissão Europeia, com o apoio da autarquia, Fundação para a Ciência e Tecnologia, sobre as tecnologias da informação e comunicação.

Na Praça do Comércio o espaço é dedicado ao cidadão que poderá contactar diretamente com projetos europeus de sucesso, com aplicação no dia-a-dia, e participar em diversas atividades interativas.

Para além do robot Emote, um dos seis projectos  que podem ser conhecidos no pavilhão transparente instalado na maior praça da cidade, os visitantes podem ainda conhecer o frog,  um robô que poderá ser usado como guia virtual em exposições ou museus, semelhante ao que já faz companhia às crianças hospitalizadas no Instituto Português de Oncologia de Lisboa (o robot Gasparzinho).

O Graphene Flagship, é uma plataforma europeia com participação de investigadores portugueses que estuda a  aplicação do grafeno, um material com diversas aplicações  mais fino do que um fio de cabelo, mais resistente do que o aço, e considerado um excelente condutor de calor e electricidade, e que partilha o espaço do pavilhão do ICT, entre outros, com o ICT4Water, um projecto no âmbito das smartcites que promove uma gestão inteligente da água.

Numa visita ao pavilhão o vereador Carlos Manuel Castro destacou importância para Lisboa em acolher esta iniciativa europeia como forma de dar continuidade à agenda da cimeira de Lisboa, realizada em 2000, que colocava as novas tecnologias na linha da frente para o desenvolvimento das cidades “é bom não perdermos de vista o que são os desafios do futuro que já têm com grande impacto no presente”.

Para o autarca a cidade continua a apostar na inovação e no conhecimento, e de o crescimento das startups é apenas um exemplo.

“ Quanto mais cedo envolvermos os cidadãos e os consciencializarmos para as novas realidades a nível tecnológico mas facilidades teremos no futuro em coloca-las ao serviço da população”, concluiu Carlos Manuel Castro.


Para além na exposição na Praça do Comércio, ICT 2015 inclui uma conferência com diversos painéis temáticos, e a atribuição de prémios aos melhores expositores.


Array
Mais notícias sobre:
Investir