Desporto, Município

Novo pavilhão no Ginásio Clube Português, mais desporto na cidade

14, Fevereiro 2018
O espaço permitirá aumentar a prática de desporto para mais três mil atletas e resulta de um protocolo assinado com a Câmara Municipal de Lisboa no decorrer de uma cerimónia que assinalou a abertura do novo parque de estacionamento do clube.

Fernando Medina assinou, em nome da Câmara Municipal de Lisboa, com o Ginásio Clube Português (GCP), um protocolo para a ampliação do complexo desportivo do clube, permitindo desta forma a construção de um pavilhão destinado à prática de ginástica artística, voleibol e salas de 'fitness. O ato decorreu durante a cerimónia que assinalou a abertura do novo parque de estacionamento do GCP, em que participaram, entre outras individualidades, o vice-presidente da autarquia e responsável pelo pelouro do Desporto, Duarte Cordeiro, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, e o presidente do clube, Manuel Cavaleiro de Ferreira. 

O novo pavilhão, que será construído nas traseiras das instalações do GCP, na zona do Rato, permitirá a prática desportiva de mais três mil atletas e reforça a capacidade do clube, adiantou  Manuel Cavaleiro de Ferreira, que lembrou a melhoria do complexo anteriormente levada a cabo, permitindo melhores condições para a prática da ginástica acrobática e a instalação de seis novos campos de Padel.  

Fernando Medina deixou “uma palavra de agradecimento e de reconhecimento pelo que esta instituição centenária tem feito pela cidade de Lisboa”, lembrando os 143 anos do clube. “Um serviço que tem produzido campeões olímpicos mas, fundamentalmente, um serviço à causa da saúde, do bem estar, da prática desportiva e dos valores desportivos”, disse. 

Trata-se, para o edil, de “uma instituição de referência e de excelência, e não há melhor forma de celebrarmos o reconhecimento do que sermos nós próprios a estar à altura da herança que recebemos, daqueles que no passado fizeram chegar as coisas a este ponto e continuarmos o processo em construção.” 

O início do projeto coincide com a abertura do parque de estacionamento, “mais do que um parque”, diz Medina, “é a condição da viabilidade do crescimento do Ginásio Clube e da prática desportiva neste local e na cidade de Lisboa”. 

Não se trata de “um pequeno investimento”, alerta o presidente da autarquia, mas sim de “um investimento estratégico” para a prática desportiva da cidade, “que vai ajudar a este processo de mudança que está a acontecer em Lisboa”. Uma cidade que, sublinha, “atravessa hoje um processo de transformação e de democratização sem precedentes, que se afirma cada vez mais como uma cidade global.”

O novo parque de estacionamento tem uma capacidade de 204 lugares.

Array
Mais notícias sobre:
Desporto, Município